Arrascaeta marca e Flamengo bate o Cruzeiro no Mineirão

Vinicius Cordeiro

flamengo cruzeiro brasileirão arrascaeta

O Flamengo venceu o Cruzeiro por 2 a 1 neste sábado (21) e emplacou a sétima vitória seguida no Brasileirão. Gabigol e Arrascaeta, vaiado pela ex-torcida, definiram o triunfo rubro-negro. Do outro lado Thiago Neves, de pênalti, descontou pelos mineiros. A partida, válida pela 20ª rodada, foi realizada no Mineirão.

A última derrota foi um 3 a 0 diante o Bahia, no dia 4 de agosto. Desde então, são sete vitórias consecutivas contra Grêmio, Vasco, Ceará, Palmeiras, Avaí e Santos.

Com o resultado, o Flamengo se isola na liderança do Brasileirão. São 45 pontos, seis à frente do Palmeiras, que encara o Fortaleza fora de casa neste domingo (22).

Do outro lado, o Cruzeiro segue na zona de rebaixamento. Com 18 pontos, a Raposa fica na 17ª posição e ainda pode ser ultrapassada pelo CSA até o fim da rodada.

ARRASCAETA: VAIADO E DECISIVO

Arrascaeta foi vaiado durante todo o jogo pela torcida do Cruzeiro, mas não se intimidou. O camisa 14 teve uma grande atuação e marcou um belo gol aos 21 minutos do segundo tempo. William Arão cruzou da direita, Gabigol deu um corta-luz e ele bateu firme no canto do gol.

Depois, aos 37, protagonizou uma linda jogada. Deu uma caneta no zagueiro Cacá e invadiu a área, mas acabou chutando por cima do gol.

PRÓXIMOS JOGOS

As duas equipes voltam a campo na próxima quarta-feira (25). Às 19h30, o Cruzeiro encara o Ceará na Arena Castelão.

Mais tarde, às 21h30, o Flamengo recebe o Internacional no Maracanã.

GABIGOL E THIAGO NEVES

Gabigol é o artilheiro do Brasileirão com 17 gols. (Divulgação / Mineirão)

O primeiro tempo foi bem disputado, mas o Flamengo foi melhor nos minutos iniciais. Aos 5 minutos, a bola sobrou para Gabriel Barbosa, que chutou rasteiro pela linha de fundo. No minuto seguinte, o camisa 9 justificou o apelido de Gabigol. Gérson cruzou na área e o atacante cabeceou firme para superar Fábio e abrir o placar.

Entretanto, o Cruzeiro equilibrou a partida e chegou ao empate em um lance que gerou bastante discussão. Aos 35, Pedro Rocha tabelou com Thiago Neves, entrou na área e foi desequilibrado por Rodrigo Caio. O árbitro Raphael Claus marcou a penalidade e Thiago Neves acertou a cobrança no canto para igualar.

Cruzeiro igualou ainda no primeiro tempo (Divulgação / Mineirão)

A Raposa voltou melhor no segundo tempo e botou sufoco no Fla. Aos 5, os mineiros armaram ótimo contra-ataque e Pedro Rocha chutou rasteiro para uma ótima defesa de Diego Alves. Gabigol tentou dar a resposta, mas finalizou fraco e em cima de Fábio.

No minuto seguinte, Robinho enfiou boa bola para Ezequiel. O lateral ajeitou e bateu firme, a bola desviou em Filipe Luís e carimbou a trave. No rebote, Pablo Marí afastou o perigo.

Como diz a máxima do futebol: quem não faz, leva. Aos 21 minutos do segundo tempo, Arrascaeta decidiu. O uruguaio completou o cruzamento rasteiro de Willian Arão e bateu firme para decretar o triunfo flamenguista.

Previous ArticleNext Article