Flamengo e Independiente del Valle empatam após pênalti polêmico nos acréscimos

Jorge de Sousa

Bruno Henrique - Flamengo - Independiente del Valle - Recopa Sul-Americana

Com um pênalti polêmico marcado para os equatorianos nos minutos finais de jogo, o Flamengo cedeu empate em 2 a 2 ao Independiente del Valle na noite desta quarta-feira (19), no duelo de ida da Recopa Sul-Americana.

O duelo foi realizado no Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito, no Equador.

Murillo e Pellerano (em cobrança de pênalti) marcaram os gols do Independiente del Valle, enquanto Bruno Henrique e Pedro anotaram os gols do Flamengo.

Com o resultado, qualquer empate leva a decisão do título no Maracanã para a cobrança de pênaltis. Vitória para qualquer uma das equipes garante a taça no tempo normal.

DECISÕES EM SEQUÊNCIA

O Flamengo pode encerrar na próxima quarta-feira (26) uma sequência com três títulos conquistados.

Após vencer a Supercopa do Brasil no último domingo (16), o Flamengo enfrenta o Boavista neste sábado (22), às 18h, na final da Taça Guanabara do Campeonato Carioca.

A última taça da sequência pode ser conquistada contra o Independiente del Valle no Maracanã, na próxima quarta-feira. Assim como a Supercopa do Brasil, a Recopa Sul-Americana é um título inédito na sala de troféus do Flamengo.

VIROU, MAS NÃO LEVOU

Bruno Henrique - Flamengo - Independiente del Valle - Recopa Sul-Americana
Bruno Henrique foi levado de ambulância do estádio após se lesionar no lance do gol de empate. (Alexandre Vidal/Flamengo)

A primeira chance de gol foi do Flamengo aos dez minutos. Bruno Henrique fez o pivô para Filipe Luis, que encontrou Diego na entrada da área. O meia finalizou de primeira e a bola passou perto do travessão.

O Independiente del Valle respondeu aos 12 minutos. Franco avançou pelo centro e rolou para Faravelli na área. O volante chutou girando e a bola passou por cima da meta.

Aos 19 minutos, Murillo bateu falta lateral no ângulo direito, Diego Alves demorou para pular e o Independiente del Valle abriu o placar.

O Flamengo teve um gol anulado pelo árbitro de vídeo aos 26 minutos. Arrascaeta lançou Bruno Henrique -em posição de impedimento, e o atacante fintou Pinos e só rolou para as redes. Após quase quatro minutos de análise, a arbitragem confirmou a irregularidade do lance.

Bruno Henrique teve nova chance aos 36 minutos. Diego fez cruzamento da direita e o atacante ganhou pelo alto, mas mandou por cima da meta.

Rodrigo Caio salvou o Flamengo aos 42 minutos. Gabriel Torres foi lançado e sairia livre na área, mas o zagueiro fez o corte de carrinho para afastar o perigo.

Ainda deu tempo de Bruno Henrique quase empatar o jogo aos 45 minutos. Everton Ribeiro cruzou no segundo poste, Diego aparou para a área e Bruno Henrique finalizou perto do poste direito.

A primeira chance de perigo do segundo tempo foi do Flamengo aos dez minutos. Vitinho recebeu na ponta esquerda, limpou a jogada e finalizou firme na rede pelo lado de fora.

A resposta do Independiente del Valle foi aos 13 minutos. Franco deu bom passe para Guerrero, que invadiu a área, mas finalizou muito alto e perdeu grande chance.

Faravelli teve nova chance aos 18 minutos. Franco cobrou lateral para Cabeza que para o volante girar na área e mandar a bola perto do poste direito.

Diego Alves salvou o Flamengo aos 19 minutos. Gabriel Torres recebeu em velocidade e finalizou rasteiro para o goleiro defender sem dar rebotes.

No minuto seguinte, Arrascaeta lançou Bruno Henrique, que ganhou na velocidade de Schunke e tocou na saída de Pinos para empatar o jogo.

Na jogada, Bruno Henrique e Pinos dividiram e o atacante do Flamengo teve que ser substituído por Pedro, após sentir fortes dores na canela.

O Independiente del Valle voltou a assustar o Flamengo aos 28 minutos. Cabeza recebeu na direita e cruzou para trás. A bola chegou em Faravelli na entrada da área e o volante finalizou perto do poste direito.

Aos 34 minutos, foi a vez de Jhon Sanchez quase balançar as redes. Pellerano bateu falta da direita, a bola chegou ao segundo poste e o atacante escorou perto do travessão.

O Flamengo buscou a virada aos 40 minutos. Everton Ribeiro recebeu na direita, girou sobre a marcação e rolou para Pedro finalizar para o fundo das redes.

Mas aos 43 minutos, Murillo foi lançado na área, Rafinha recolheu a perna, mas o atacante caiu na área e o árbitro marcou a penalidade polêmica.

Pellerano foi para a cobrança e bateu firme no canto esquerdo para deixar tudo igual em Quito.

O Independiente del Valle ainda perdeu a chance da virada aos 49 minutos. Jhon Sanchez cruzou da direita e encontrou Murillo sozinho na área, mas o atacante emendou de primeira perto do travessão, desperdiçando grande oportunidade.

Previous ArticleNext Article