Bruno Henrique brilha e Flamengo vence o Internacional no Maracanã

Vinicius Cordeiro

flamengo internacional libertadores bruno henrique

O Flamengo venceu o Internacional por 2 a 0 nesta quarta-feira (21) e construiu boa vantagem para o jogo da volta das quartas de final da Libertadores 2019. O atacante Bruno Henrique foi o nome do jogo. Anotou os dois gols que definiu o confronto realizado no Maracanã, que contou com um público de 66.366 pessoas.

O duelo decisivo acontece na próxima quarta-feira (28), às 21h30, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

Vale lembrar que o torneio não tem mais o critério do gol fora de casa. Ou seja, qualquer triunfo do Colorado por dois gols de diferença leva a decisão para a disputa por pênaltis.

Logicamente, o empate classifica o Urubu para a semifinal, assim como um revés por apenas um gol de diferença.

BRASILEIRÃO

Antes do reencontro entre Flamengo e Inter, as duas equipes têm compromisso pelo Brasileirão.

No domingo (25), às 16h, o Internacional visita o Goiás no Serra Dourada, em Goiânia. No mesmo dia, só que às 19h, o Flamengo encara o Ceará na Arena Castelão, em Fortaleza.

Tanto os gaúchos quanto os cariocas devem priorizar a Libertadores. Ou seja, a tendência é que os técnicos Odair Helmann e Jorge Jesus utilizem os times reservas no final de semana.

BRUNO HENRIQUE

Bruno Henrique foi uma das novidades da primeira convocação de Tite após o título da Copa América.

O atacante de 28 anos vive um momento especial. Neste ano, são 18 gols marcados em 37 partidas. Na Libertadores, ele chegou a marca de três gols, um a menos do que Gabigol.

“Só tenho a agradecer a Deus. Semana muito feliz na minha vida. Acho que foi a semana mais feliz da minha carreira. Sou um cara muito tranquilo em relação à tudo. Mesmo com a convocação, não deixei nada tirar meu foco. Tenho a frase: ‘quem trabalha, Deus ajuda’. Deus honrou ao time sair com essa vitória”, disse após o jogo em entrevista à Rede Globo.

“Sair aplaudido pela nação não é para qualquer jogador. Obrigado nação pelo carinho desde a minha chegada”, completou o atacante.

Imagem
Bruno Henrique teve mais uma boa atuação pelo Flamengo. Foto: Divulgação Twitter / Libertadores

O JOGO

Apesar do que foi noticiado nesta quarta-feira (21), o meia Arrascaeta foi titular. O uruguaio estava com um quadro viral, mas mesmo assim começou jogando.

No primeiro tempo, o Fla assustou mais. Foram seis finalizações contra um Inter que pouco criou. Entretanto, na melhor chance, o goleiro Marcelo Lomba evitou o primeiro gol dos donos da casa. Aos 45 minutos, Filipe Luís cruzou da esquerda e Everton Ribeiro acionou Gabigol. O camisa 9 chutou, mas acabou travado pelo zagueiro Rodrigo Moledo e viu Lomba espalmar pela linha de fundo.

No intervalo, Arrascaeta deixou o jogo para a entrada de Gérson. O Flamengo continuou melhor, mas sofria para entrar na boa defesa colorada.

A mudança surtiu efeito. O Flamengo seguiu com maior posse de bola, mas sem assustar muito.

Entretanto, aos 29 minutos, os cariocas chegaram ao gol em um contra-ataque.

Edenílson se lançou ao ataque, mas Filipe Luís recuperou a bola pelos donos da casa. Ele tabelou com Gabigol e acionou Everton Ribeiro. O meia deu um lindo tapa para Bruno Henrique, mas Cuesta acabou cortando parcialmente. Na sobra, Gérson tocou para Bruno Henrique antecipar do defensor e mandar para o fundo das redes.

Quatro minutos mais tarde, Bruno Henrique voltou a brilhar. O camisa 11 recebeu de Gabigol, girou e bateu firme, sem chances para Lomba. O atacante retribuiu o favor aos 39, mas Gabriel Barbosa acabou furando com o gol livre.

No final, Nico López quase descontou. O atacante argentino arrematou firme e viu a bola sair pela linha de fundo.

internacional flamengo guerrero libertadores
Guerrero voltou a enfrentar seu ex-clube, mas não marcou. Foto: Divulgação Twitter / Libertadores

Previous ArticleNext Article