Flamengo perde do Racing nos pênaltis e deixa Libertadores

Jorge de Sousa

Flamengo perde do Racing nos pênaltis e deixa Libertadores

O Flamengo perdeu nas penalidades por 5 a 3 (após empate em 1 a 1 no tempo normal) para o Racing na noite desta terça-feira (1) e foi eliminado da da Copa Libertadores.

Sigali abriu o placar para o Racing e Willian Arão empatou para o Flamengo, sendo que o volante foi o responsável por perder a cobrança decisiva nas penalidades.

O duelo foi realizado no Maracanã, no Rio de Janeiro, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.

A Conmebol ainda não confirmou as datas dos confrontos das quartas de final da Copa Libertadores, mas a expectativa é que os confrontos sejam realizados ainda no mês de dezembro.

O Flamengo volta a campo neste sábado (5), contra o Botafogo no Engenhão, às 17h, em duelo válido pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

WILLIAN ARÃO DE HERÓI A VILÃO NA ELIMINAÇÃO DO FLAMENGO

A expectativa de pressão do Flamengo desde o início da partida se cumpriu. Logo aos três minutos, Bruno Henrique apareceu livre na pequena área, mas furou a finalização e Arias ficou com a bola.

Já aos quatro minutos, Arrascaeta cobrou escanteio da esquerda e Gustavo Henrique cabeceou perto do poste esquerdo.

A única chance criada pelo Racing na primeira etapa saiu aos 14 minutos. Fértoli foi lançado pela direita e tentou o chute cruzado, defendido sem dificuldades por Diego Alves.

Nova chance do Flamengo aos 38 minutos. Bruno Henrique disparou pela esquerda, encontrou Arrascaeta na área e o uruguaio levantou para Everton Ribeiro no segundo poste, mas o meia tentou ajeitar e a zaga do Racing afastou.

Vitinho teve grande chance para abrir o placar aos 44 minutos. Bruno Henrique lançou Arrascaeta na direita e o uruguaio lançou Vitinho na entrada da área. Arias saiu do gol e o atacante bateu rente ao poste esquerdo.

A primeira chance da segunda etapa também foi do Flamengo. Aos quatro minutos, Vitinho bateu da entrada da área, a bola resvalou na zaga e Arias conseguiu defender com a mão direita, encima da linha de gol.

O Racing voltou a criar boa chance aos 17 minutos. Lisandro López foi lançado na direita, tentou o chute cruzado e Diego Alves caiu para ficar com a bola.

O Flamengo ficou com dez jogadores em campo aos 17 minutos. Rodrigo Caio acertou carrinho por trás em Lisandro López, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

No lance seguinte, Mena bateu falta na área, a bola bateu em Gustavo Henrique e sobrou limpa para Sigali bater para o fundo das redes na pequena área.

Arias voltou a aparecer com duas grandes defesas aos 35 e 37 minutos. Na primeira, Isla cruzou da direita e Bruno Henrique escorou firme para o goleiro defender junto do poste esquerdo.

Já aos 37 minutos, Vitinho bateu escanteio da esquerda e Willian Arão testou firme na marca do pênalti para o goleiro encaixar.

O Flamengo buscou o empate aos 47 minutos. Diego bateu escanteio da esquerda e encontrou Willian Arão na marca do pênalti, com o volante escorando no canto direito de Arias.

Nas penalidades, Lisandro López bateu no ângulo direito, Rojas bateu firme no lado direito, Sigali colocou junto ao poste esquerdo, Alcaraz também decidiu pelo lado esquerdo e Fabrício Fernández repetiu Lisandro López para achar o ângulo de Diego Alves.

Já para o Flamengo, Filipe Luís rolou no canto esquerdo, Gérson viu Arias tocar na bola e não evitar o gol, Pedro bateu com estilo no lado direito e Willian Arão bateu no meio do gol e Arias espalmou.

LEIA MAIS: Athletico-PR perde do River Plate e está eliminado da Libertadores

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="731975" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]