Sem sua torcida, Flamengo passa por cima do Palmeiras no Allianz Parque

Francielly Azevedo


Diante de mais de 22 mil torcedores palmeirenses, o Flamengo não perdoou e bateu o Palmeiras, por 3 a 1, neste domingo (1º), pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo teve torcida única após a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) acatar um pedido do Ministério Público de São Paulo, que protocolou a requisição com base em um relatório da Polícia Militar que apontava o risco de possíveis confrontos entre palmeirenses e flamenguistas.

Mesmo sem a torcida do Flamengo, apenas com torcedores alviverdes, a PM teve que atuar no decorrer da partida. Os policiais tiveram que conter torcedores palmeirenses, que protestavam contra o treinador Mano Menezes. Mais tarde, precisaram retirar um torcedor do estádio. Além disso, após o intervalo, bancos das arquibancadas foram atirados no gramado.

O ATROPELO DO FLAMENGO

Ainda em festa, após os títulos da semana passada (campeão da Libertadores e campeão Brasileiro), o Flamengo não demorou a abrir o placar. Logo no início, aos quatro minutos, em contra-ataque, Gabigol saiu livre na cara do goleiro Jaílson e só rolou para Arrascaeta, que teve o trabalho de mandar para o fundo do gol.

O rubro-negro controlou o jogo e passeou na casa do adversário. O goleiro alviverde teve bastante trabalho e fez grandes defesas, como na cabeçada de Vitinho e em algumas finalizações de Gabigol. Mesmo assim, o camisa 9, inclusive, ampliou o placar no finzinho da etapa inicial.

Na volta do intervalo, o Flamengo foi ainda mais rápido, com apenas 40 segundos de bola rolando anotou o terceiro gol. Vitor Hugo perde a bola para Gerson. O jogador passou para Gabigol, que não deixou passar e balançou as redes.

Depois disso, o Flamengo pisou no freio e viu o Palmeiras esboçar uma reação. A receita deu até certo, fazendo com que o verdão carimbasse duas vezes a trave e diminuísse a diferença com Matheus Fernandes. Fim de jogo: Flamengo 3 a 1 no Palmeiras.

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.