João Pedro volta a brilhar, marca dois e Fluminense bate Cruzeiro

Após o empate por 1 a 1 pela Copa do Brasil, Fluminense e Cruzeiro voltaram a duelar no Maracanã. Dessa vez, neste sábad..

Folhapress - 18 de maio de 2019, 20:28

Rio de Janeiro - 18/05/2019 - Maracanã.rFluninense enfrenta o Cruzeiro esta noite pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019.rFOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.r rIMPORTANTE: Imagem destinada a uso institucional e divulgação, seu uso comercial está vetado incondicionalmente por seu autor e o Fluminense Football Club.É obrigatório mencionar o nome do autor ou usar a imagem.r.rIMPORTANT: Image intended for institutional use and distribution. Commercial use is prohibited unconditionally by its author and Fluminense Football Club. It is mandatory to mention the name of the author or use the image.r.rIMPORTANTE: Imágen para uso solamente institucional y distribuición. El uso comercial es prohibido por su autor y por el Fluminense Football Club. És mandatório mencionar el nombre del autor ao usar el imágen.
Rio de Janeiro - 18/05/2019 - Maracanã.rFluninense enfrenta o Cruzeiro esta noite pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019.rFOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.r rIMPORTANTE: Imagem destinada a uso institucional e divulgação, seu uso comercial está vetado incondicionalmente por seu autor e o Fluminense Football Club.É obrigatório mencionar o nome do autor ou usar a imagem.r.rIMPORTANT: Image intended for institutional use and distribution. Commercial use is prohibited unconditionally by its author and Fluminense Football Club. It is mandatory to mention the name of the author or use the image.r.rIMPORTANTE: Imágen para uso solamente institucional y distribuición. El uso comercial es prohibido por su autor y por el Fluminense Football Club. És mandatório mencionar el nombre del autor ao usar el imágen.

Após o empate por 1 a 1 pela Copa do Brasil, Fluminense e Cruzeiro voltaram a duelar no Maracanã. Dessa vez, neste sábado (18), no entanto, vitória tricolor por 4 a 1, com gols de Nino, Luciano e João Pedro, que fez dois (Robinho fez o dos cruzeirenses). Autor do terceiro e do quarto gol tricolor, João Pedro, de 17 anos, já havia marcado nos acréscimos na última quarta-feira.

O triunfo da equipe de Fernando Diniz fez jus ao que foi a partida, já que os cariocas tiveram a maior parte do duelo sob seu comando. Por vezes muito apático, o Cruzeiro deixou o adversário à vontade.

Na próxima quinta-feira, o Flu recebe a visita do Atlético Nacional, em jogo válido pela Copa Sul-Americana. Já o Cruzeiro só volta a campo no próximo domingo, quando encara a Chapecoense, às 19h, no Mineirão.

Assim como no jogo da última quarta-feira, o Fluminense teve mais a bola, criou mais oportunidades, mas foi mais agressivo no jogo de hoje. O estilo de troca de passes foi mantido à risca, mas os tricolores foram mais incisivos e criaram mais dificuldades para o goleiro Rafael, que teve de trabalhar no Maracanã. A atuação dá força ao estilo implantado por Fernando Diniz, que prega fidelidade ao seu modelo, seja lá qual for o rival do outro lado do campo.

Diferentemente do jogo de quarta, o Cruzeiro agrediu mais. Por outro lado, suas tentativas de contra-atacar seguiram aquém do esperado se analisada a capacidade técnica dos jogadores. A equipe oscilou muito e parecia só jogar na base dos estímulos que vinham através das broncas de Mano Menezes na beira do campo. Disperso em alguns momentos, foi rápido na tentativa de reação com o gol de Robinho, mas mostrou pouca criatividade para buscar o empate com todo o segundo tempo pela frente. Sem inspiração, caiu no jogo burocrático do Flu e ainda levou o terceiro.

Logo no início da partida, Pedro Rocha recebeu uma bola esticada e reclamou de empurrão dentro muito próximo da área. O juiz Flávio Rodrigues de Souza ignorou a possível infração e gerou reclamações dos cruzeirenses, que pediram a intervenção do árbitro de vídeo. Comentarista do "Premiere", o ex-juiz Sandro Meira Ricci viu falta no lance e disse que Gilberto teria de ser expulso.

Na etapa final, o atacante Fred foi derrubado por Agenor dentro da área. Na sobra, Pedro Rocha empurrou para o gol, mas o árbitro já havia marcado o pênalti. A infração, no entanto, foi anulada pelo assistente, para desespero cruzeirense. O assistente apontou corretamente impedimento do camisa 9.