Fluminense cede empate para a Unión La Calera pela Copa Sul-Americana

Jorge de Sousa

Nenê - Fluminense - Unión La Calera - Copa Sul-Americana

Mesmo com domínio das ações em todo o jogo, o Fluminense cedeu empate em 1 a 1 para a Unión La Calera na noite desta terça-feira (4), e terá um cenário complicado para buscar sua classificação para a segunda fase da Copa Sul-Americana.

O duelo foi realizado no Maracanã, no Rio de Janeiro. Evanilson abriu o placar para o Fluminense, enquanto Castellani empatou para o Unión La Calera.

O duelo contou com a presença de Alisson Becker, goleiro do Liverpool e da Seleção Brasileira. Alisson é irmão de Muriel, colega de profissão e antigo rival por posição na meta do Internacional.

Para o jogo de volta, vitória por qualquer placar classifica a equipe vencedora para a terceira fase preliminar. Empate sem gols classifica a Unión La Calera, enquanto igualdade em 1 a 1 fará a decisão ser decidida nas penalidades. O Fluminense também garante a vaga com empate com dois ou mais gols.

Quem avançar terá pela frente o vencedor do confronto entre Vélez Sarsfield da Argentina e do Aucas do Equador.

SEQUÊNCIA DECISIVA

O Fluminense entra em uma sequência de jogos decisiva pela Copa Sul-Americana e pelo Campeonato Carioca.

Primeiro o Fluminense tem o clássico contra o Botafogo no Maracanã, neste domingo (9), às 16h. O tricolor carioca precisa da vitória para se garantir nas semifinais da Taça Guanabara.

Caso o Fluminense se classifique para as semifinais, irá jogar no final de semana dos dias 15 e 16 de fevereiro por uma vaga na final da Taça Guanabara.

A série de jogos ainda tem no dia 18, a partida de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana contra a Unión La Calera. O duelo será realizado às 19h15, no Estádio Nicolás Nazar.

DOMÍNIO TRICOLOR

O duelo começou disputado, mas fraco tecnicamente. A primeira chance de gol foi do Fluminense, aos 17 minutos. Nenê puxa contra-ataque e serve para Miguel, que aproveita o corte errado de Vilches para finalizar e ver Arias defender de manchete.

Miguel apareceu bem novamente aos 27 minutos. Matheus Alessandro lançou o meia que tentou a finalização por cobertura, mas Arias se recuperou e mandou para a linha de fundo.

Na cobrança de escanteio, Nenê cobrou fechado e quase marcou um gol olímpico, mas Arias foi ágil para socar a bola para a linha de fundo.

Arias salvou novamente a Unión La Calera aos 39 minutos. Nenê bateu falta na área, a zaga afastou parcialmente e Luccas Claro mandou a bola novamente para a área. Gilberto ganhou da marcação e finalizou firme para o goleiro espalmar para escanteio.

O Fluminense seguiu dominando as ações no segundo tempo e Miguel teve nova chance aos 18 minutos. Matheus Alessandro lançou o meia, que cruzou rasteiro para trás e a bola passou por Marcos Paulo e por Nenê, que estavam sozinhos na pequena área.

Miguel seguiu perdendo oportunidades no jogo. Aos 21 minutos, o meia recebeu bom passe de calcanhar de Nenê, mas na hora de finalizar acabou chutando em cima de Arias, que fez novamente boa intervenção.

Mas o grito de gol ecoou no Maracanã aos 25 minutos. Marcos Paulo lançou Evanilson e o atacante finalizou firme na saída de Arias para balançar as redes.

Só que aos 28 minutos, Castellani conseguiu igualar o placar. O meia recebeu passe por elevação de Saéz, ajeitou a bola no alto e finalizou no canto esquerdo de Muriel para anotar um belo gol no Maracanã.

A Unión La Calera ficou com dez jogadores em campo após a expulsão de Thomas Rodríguez aos 36 minutos. O meia acertou uma solada no rosto de Digão.

Com um jogador a mais, o Fluminense criou boa chance aos 41 minutos. Após bola rebatida pelo alto, Michel Araújo emendou de primeira na área, mas o chute foi no meio do gol para fácil defesa de Arias.

Previous ArticleNext Article