Fluminense vence Flamengo nos pênaltis e é campeão da Taça Rio

Jorge de Sousa

Fluminense vence Flamengo nos pênaltis e é campeão da Taça Rio

O Fluminense venceu o Flamengo por 3 a 2 nos pênaltis após empate em 1 a 1 no tempo normal na noite desta quarta-feira (8) para conquistar a Taça Rio e de classificar para a final do Campeonato Carioca.

No tempo normal, Gilberto para o Fluminense e Pedro para o Flamengo balançaram as redes. Nas penalidades, Nenê, Hudson, Pacheco marcaram e Dodi e Michel pararam em Diego Alves, enquanto Gabigol, Pedro fizeram gol, Willian Arão e Rafinha tiveram pênaltis defendidos por Muriel e Léo Pereira bateu à direita da meta.

O duelo foi realizado no Maracanã, com os portões fechados. Vale lembrar que o estádio fica ao lado de um hospital de campanha montado pelo Governo do Rio de Janeiro para atender vítimas do coronavírus.

O Fluminense irá decidir o Campeonato Carioca contra o próprio Flamengo, com os dois jogos das finais sendo realizados nos próximos domingos, ainda sem horário e local definidos pela FERJ (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro.

FLUMINENSE OPERÁRIO X FLAMENGO PASSIVO

Gabigol sofreu com a forte marcação do Fluminense e teve apenas uma chance de gol na partida. (Alexandre Vidal/Flamengo)

O primeiro tempo teve um ritmo lento, com o Fluminense isolando Gabigol e Bruno Henrique e o Flamengo com diversos erros de passes no meio-campo. Com isso, as únicas três chances de gol da primeira etapa saíram em jogadas de bola aérea.

Aos 24 minutos, Nenê bateu falta na área, a zaga do Flamengo fez o corte parcial e Gilberto escorou livre para fácil defesa de Diego Alves.

Já aos 35 minutos, Egídio desarmou Rafinha e cruzou na medida para Nenê. O meia finalizou em cima de Léo Pereira e a bola sobrou para Yago Felipe chutar cruzado perto do poste esquerdo.

Mas o Fluminense não desperdiçou sua terceira oportunidade. Aos 37 minutos, Egídio cobrou falta, Marcos Paulo escorou de cabeça e Gilberto ganhou no alto de Léo Pereira para cabecear para as redes.

O lance foi revisado pelo VAR, mas o árbitro Bruno Arleu de Araújo confirmou o gol, apontando que Matheus Ferraz estava em posição legal quando dividiu pelo alto com Léo Pereira.

O Flamengo melhorou na segunda etapa, tendo maior controle das ações, em especial com a qualidade na armação do jogo com Gerson.

O volante teve boa chance para balançar as redes aos 19 minutos. Filipe Luís avançou pela esquerda e cruzou na medida para Gerson escorar perto do poste esquerdo.

A bola aérea voltou a proporcionar uma chance perigosa de gol para o Flamengo. Aos 21 minutos, Rafinha cruzou da direita e Gabigol escorou no canto direito baixo para Muriel espalmar.

Assim como o Fluminense no primeiro tempo, o Flamengo não desperdiçou sua terceira chance de balançar as redes. Filipe Luís fez bela jogada pela esquerda e cruzou na medida para Pedro (livre de marcação) escorar para o gol.

Bruno Henrique teve a chance da virada aos 38 minutos. Após disputa pelo alto na entrada da área, a bola sobrou livre para o atacante, que finalizou torto e perdeu grande oportunidade.

A pressão do Flamengo seguiu no minuto seguinte. Michael cruzou no segundo poste e Bruno Henrique testou firme. A bola passou por Muriel, mas Hudson fez o corte em cima da linha.

Previous ArticleNext Article