Fluminense goleia Bangu na estreia da Taça Rio

Roger Pereira


RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – O Fluminense goleou o Bangu por 4 a 0 nesta quarta-feira (21), em Moça Bonita. Melhor em campo, Marcos Júnior fez dois gols do Tricolor (Pedro e Marlon Freitas completaram) e garantiu os três pontos da equipe na rodada de abertura da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. Os donos da casa jogaram boa parte do tempo com um jogador a menos, pois Michel foi expulso ainda no primeiro tempo.
Essa foi a quinta vitória consecutiva do Fluminense. Antes de bater o Bangu, a equipe de Abel Braga havia derrotado Madureira e Macaé, pela Taça Guanabara, e Caldense-MG e Salgueiro-PE, pela Copa do Brasil.
Foi também a segunda vitória seguida por goleada do Fluminense. Em sua última partida, o time tricolor havia marcado 5 a 0 contra o Salgueiro-PE, no Engenhão, avançando à terceira fase da Copa do Brasil. Com esse retrospecto recente, o Fluminense soma 13 gols marcados e apenas um sofrido nas últimas cinco partidas.
O próximo jogo do Fluminense acontecerá no sábado (24). O time tricolor chega embalado para o clássico com o Flamengo, ás 17h, na Arena Pantanal. Já o Bangu, que foi semifinalista da Taça Guanabara, joga contra o Macaé fora de casa.
Bem postado, o Fluminense trocava passes com qualidade mesmo diante da forte marcação do Bangu. O esquema com três zagueiros fazia com que os defensores tivessem que se projetar ao ataque em algumas oportunidades. Em uma delas, Renato Chaves fez a de lateral direito e foi até a intermediária. Na hora do cruzamento, ele não pegou tão bem na bola, que quase morreu no fundo das redes.
O Bangu, por sua vez, tinha muita dificuldade de chegar ao ataque. Em uma das raras subidas, Nilson brigou com Gum por espaço na área aos 11min. O zagueiro do Fluminense caiu na área e viu o atacante rival tropeçar em suas pernas e desabar. A arbitragem não marcou falta para revolta dos donos da casa.
A melhor chance do Bangu foi desperdiçada por Almir, que recebeu cruzamento de Valdir e cabeceou por cima do gol de Júlio César. Mas não foi só o Bangu que perdeu um gol incrível. Aos 37min, Pedro se posicionou bem e viu a bola sobrar para ele na pequena área. Ele subiu de cabeça, mas mandou por cima do gol de Celio Gabriel.
O lance que definiu o futuro da partida aconteceu aos 37min, com a expulsão de Michel, que fez falta em Gilberto e recebeu o segundo cartão amarelo.
Na etapa final, a forte pressão do Fluminense nos minutos iniciais teve resultado. Aproveitando-se da superioridade numérica, o Tricolor abriu o placar no primeiro lance de ataque. Marlon cruzou da esquerda na cabeça de Marcos Júnior. Com categoria, o atacante deslocou o goleiro do Bangu e abriu o placar, aos 2min.
O início de segundo tempo do Fluminense, sob a batutua de Marcos Júnior, foi fulminante. O atacante mostrou seu faro de artilheiro fez o segundo dele e do Tricolor aos 6min. Ele dominou na entrada da área e com a canhota finalizou no canto direito de Célio Gabriel, que nada pôde fazer: 2 a 0.
Após perder um gol feito no primeiro tempo, Pedro deixou sua marca no segundo tempo. O atacante mostrou oportunismo para empurrar para as redes o rebote do chute de Robinho, aos 29min.
Foram precisos poucos minutos em campo para Marlon Freitas balançar as redes e transformar a vitória em goleada. O volante recebeu belo passe de Marlon e não teve dificuldade para dominar e finalizar na saída de Célio Gabriel, fazendo 4 a 0, aos 39min.

Previous ArticleNext Article
Repórter do Paraná Portal
[post_explorer post_id="485155" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]