Athletico-PR tem expulsão precoce e perde do Fluminense no Maracanã

Jorge de Sousa

Athletico-PR tem expulsão precoce e perde do Fluminense no Maracanã

O Athletico-PR perdeu de virada para o Fluminense por 3 a 1 na noite deste sábado (5), após jogar desde os 36 minutos do primeiro tempo com dez em campo com a expulsão de Thiago Heleno.

Léo Cittadini abriu o placar para o Athletico-PR, mas Nenê e Marcos Paulo (duas vezes) viraram para o Fluminense.

O duelo foi realizado no Maracanã, no Rio de Janeiro, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.

A derrota manteve o Athletico-PR estacionado no meio da tabela com 29 pontos, apenas cinco pontos acima do Vasco da Gama – primeira equipe dentro da zona de rebaixamento.

Já o Fluminense conseguiu retornar ao G-4 do Campeonato Brasileiro com a vitória, chegando aos 39 pontos e ficando apenas cinco atrás do líder São Paulo.

As duas equipes voltam a campo pelo Campeonato Brasileiro no próximo fim de semana. O Athletico-PR recebe o Atlético Mineiro na Arena da Baixada, no sábado (12), às 17h, enquanto o Fluminense tem clássico contra o Vasco, no domingo (13), às 20h30.

EXPULSÃO DE THIAGO HELENO DECIDE SORTE DO ATHLETICO NO RIO

O Fluminense ficou perto de abrir o placar logo aos três minutos. Marcos Paulo bateu cruzado Santos conseguiu espalmar e Erick fez o corte encima da linha antes da chegada de Michael Araújo.

A resposta do Athletico-PR veio aos cinco minutos. Richard foi lançado, mas ao invadir a área foi travado por Matheus Ferraz.

O Athletico-PR abriu o placar aos nove minutos. Abner Vinícius recebeu na esquerda e cruzou rasteiro para Léo Cittadini bater firme no canto esquerdo.

Aos 12 minutos, o árbitro Ramon Abatti Abel assinalou penalidade para o Fluminense. Nenê finalizou da entrada da área e a bola explodiu no braço aberto de Thiago Heleno.

Nenê pegou a bola, mas bateu rasteiro e sem força no canto direito, com Santos espalmando a bola para a linha de fundo.

Só que a redenção de Nenê veio aos 25 minutos. Michel Araújo fez boa jogada pelo centro e finalizou para Santos espalmar, a bola sobrou para Marcos Paulo rolar para Nenê apenas empurrar a bola para o gol.

Santos voltou a salvar o Athletico-PR aos 31 minutos. Marcos Paulo fez belo passe para Michel Araújo, que perdeu o controle da bola e permitiu que o goleiro fechasse o ângulo na finalização.

A situação ficou complicada para o Athletico-PR aos 36 minutos. Thiago Heleno fez falta em Michel Araújo, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso no Maracanã.

Com um a menos em campo, o Athletico-PR recuou os primeiros 20 minutos foram de ataque contra defesa, mas sem perigo contra a meta de Santos.

A primeira chance perigosa no segundo tempo saiu aos 23 minutos. Paulo Henrique Ganso lançou Egídio na esquerda, mas o lateral cruzou fraco nas mãos de Santos, perdendo os companheiros livres na área.

Mas Marcos Paulo apareceu para colocar o Fluminense na frente do placar. Aos 27 minutos, o atacante aproveitou sobra na entrada da área e mesmo sem ângulo, bateu em curva e a bola ainda tocou no poste direito antes de balançar as redes.

Marcos Paulo ainda matou o jogo aos 29 minutos. Após cobrança ensaiada de escanteio, o atacante recebeu livre na entrada da área, fintou Walter e bateu firme no canto direito.

LEIA MAIS: Bottas faz pole position na ausência de Hamilton no GP de Sakhir

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="732737" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]