Fora da Olimpíada, Weverton torce pelo amigo Santos, do Athletico

Pedro Melo

Weverton Santos Athletico seleção brasileira

Weverton, do Palmeiras, falou pela primeira vez sobre a não convocação para a disputa da Olimpíada de Tóquio. Em entrevista coletiva, o goleiro afirmou que torce pelo amigo Santos, do Athletico, que foi o escolhido pelo técnico André Jardine.

“O mais importante é ter um amigo, como o Santos, que tenho certeza que vai fazer uma grande Olimpíada. Sei o quanto foi importante para mim ganhar aquele ouro [no Rio de Janeiro, em 2016], e vou estar na torcida por ele [Santos]. Quando acabar a Copa América, vou voltar ao Palmeiras com alegria, com prazer de vestir a camisa. Agora só vou pensar na Seleção, depois penso no Palmeiras”, declarou o goleiro.

André Jardine esperava contar com Weverton para a disputa da Olimpíada, mas o Palmeiras não aceitou perder seu goleiro titular em duas competições seguidas – ele está entre os convocados para a Copa América. Por isso, o jogador entende a decisão de seu clube em não libera-lo.

“Foi uma decisão que foi tomada com tranquilidade por todos e respeitada. Como atleta, defender a Seleção é sempre motivo de orgulho, mas a gente precisa entender o lado do clube, as necessidades do clube. Estou tranquilo e feliz com qualquer decisão que tenha sido tomada. Estou feliz de estar aqui, ter uma oportunidade na Seleção”, afirmou Weverton.


Além de Santos, o goleiro Brenno, do Grêmio, também foi convocado para a disputa dos Jogos Olímpicos. A seleção brasileira está no Grupo D, com Alemanha, Arábia Saudita e Costa do Marfim. Os jogos acontecem entre os dias 22 e 28 de julho.

CONFIRA A CONVOCAÇÃO COMPLETA DA SELEÇÃO BRASILEIRA OLÍMPICA

Goleiros – Santos (Athletico) e Brenno (Grêmio);

Laterais – Daniel Alves (São Paulo), Gabriel Menino (Palmeiras) e Guilherme Arana (Atlético-MG);

Zagueiros – Gabriel Magalhães (Arsenal-ING), Nino (Fluminense) e Diego Carlos (Sevilla);

Meio campistas – Bruno Guimarães (Lyon), Claudinho (Bragantino), Gerson (Flamengo), Douglas Luiz (Aston Villa) e Matheus Henrique (Grêmio);

Atacantes – Anthony (Ajax), Matheus Cunha (Hertha Berlim), Malcom (Zenit), Paulinho (Bayer Leverkusen) e Pedro (Flamengo).

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="771465" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]