Furacão conta com fator casa para vencer o Fla e assumir liderança

Redação


O Atlético esperar fazer valer nesta quarta-feira (26), às 21h45, na Arena da Baixada, contra o Flamengo, a vantagem de jogar em casa, decisiva para conquistar a boa pontuação no último Brasileiro e conquistar a vaga para a Libertadores. O Furacão não perde desde agosto do ano passado e nesta partida, válida pela quarta rodada da Copa Libertadores, e em caso de vitória pode aproveitar a derrota da Católica na noite de terça-feira (25) e assumir a liderança do Grupo.

O técnico Paulo Autuori acredita na força do elenco e deve contar com sua equipe completa. Felipe Gedoz volta de suspensão, mas ainda não tem sua escalação confirmada. Além dele, o ala Jonathan está praticamente descartado e Zé Ivaldo, que já foi testado na posição poderá jogar. O lateral Léo deixou a equipe e Cascardo não está inscrito para a competição. “A equipe praticamente será a mesma que jogou contra o Flamengo no Rio de Janeiro. Ainda vamos analisar todos aqueles que voltaram. O Otávio está pronto, o Carlos [Alberto] é muito difícil que jogue”, disse o treinador.

O Furacão quer usar as duas partidas em casa para pontuar seis pontos. Com quatro pontos, o time corre riscos, mas Autuori quer controlar essa ansiedade. “Duas vitórias nos deixarão em uma posição muito boa, mas como pensar em duas vitórias se ainda não vencemos uma? Tem que pensar jogo a jogo. A torcida já nos acostumou com essa atmosfera e agradecemos o forte apoio”, comentou.

Por fim, Autuori, admite que o duelo da noite será “determinante” para o futuro da equipe.  “É determinante em relação ao que nós queremos, que é a classificação. Não é decisivo, porque o número de pontos em um grupo tão equilibrado como esse não deverá ser muito alto para a classificação dos dois primeiros, mas é determinante sim”, afirmou.

Retrospecto

Flamengo e Atlético-PR se enfrentarão pela 59ª vez em sua história. O rubro-negro carioca leva vantagem no confronto com 24 vitórias e 12 empates. No total, foram 68 gols anotados pelo Flamengo.
Antes da edição 2017 da Libertadores, a última oportunidade na qual as equipes se enfrentaram por uma competição internacional foi em partida válida pela segunda fase Copa Sul-Americana de 2011. O clube da Gávea levou a melhor sobre o adversário, com Ronaldinho Gaúcho garantindo as vitórias por 1 a 0 tanto no jogo de ida, no Engenhão, quanto na volta, em partida realizada na Arena da Baixada. O Flamengo também venceu o Atlético na decisão da Copa do Brasil de 2013 e conquistou o tricampeonato da competição.

 

 

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO X FLAMENGO

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 26 de abril de 2017
Horário: 21h45
Árbitro: José Argote (VEN)
Assistentes: Luis Murillo (VEN) e Jorge Urrego (VEN)

Atlético: Weverton; Zé Ivaldo, Paulo André, Thiago Heleno (Wanderson) e Sidcley; Otávio, Deivid (Matheus Rossetto) e Lucho González; Nikão, Douglas Coutinho e Eduardo da Silva. Técnico: Paulo Autuori.

Flamengo: Alex Muralha; Pará, Rever, Donatti e Trauco; Márcio Araújo, Rômulo e Willian Arão; Éverton, Gabriel e Paolo Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="427048" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]