Furacão vira, atropela o Bahia e sobe para o G6

Redação


O Atlético não tomou conhecimento do Bahia, na Arena da Baixada e goleou o Tricolor baiano por 4 a 1 em boa jornada de Nikão, autor de um gol e uma assistência. Com o resultado, o Atlético subiu para o sexto lugar, com 29 pontos e o Bahia caiu para a 15ª colocação, com 23 pontos.

O Atlético, eliminado no meio da semana da Libertadores, tentava se reabilitar diante dos baianos e logo aos 18 minutos, Guilherme lançou Ribamar, mas Jean chegou antes.

O time havia perdido força ofensiva com a saída de Jonathan, por lesão, aos 16, e o Bahia, após segurar a pressão inicial, chegou ao seu gol.

Aos 19, Eduardo cruzou e Mendoza apareceu na esquerda, por trás da zaga e completou de primeira para o gol.

Não demorou muito para o Furacão virar. Aos 23, Matheus Reis colocou a mão na bola em disputa com Lucas Fernandes e o juiz marcou pênalti. Nikão cobrou e empatou a partida.

Na segunda etapa, logo aos quatro minutos Fabrício exigiu defesa difícil de Jean e na rebatida, Lucas Fernandes chutou novamente em Jean.

Aos cinco, o Bahia quase ampliou, com Tiago, que de cabeça mandou no travessão. O Rubro-Negro, porém, virou o placar aos sete, com Thiago Heleno, que completou de cabeça um cruzamento de Guilherme.

Aos 10, foi a vez de Wanderson exigir um milagre de Jean, chutando da pequena área e exigindo nova defesa do goleiro baiano.

O Atlético mantinha o controle do jogo, aos 14, Nikão cruzou pela esquerda e Eder se antecipou e marcou contra seu gol.

O Bahia não levava perigo e ainda viu sua situação piorar aos 41, quando Nikão recebeu um passe errado de Julinho, ele levou pela esquerda, tocou para Guilherme que chutou, na rebatida Sidcley completou para o gol.

 

FICHA TÉCNICA
Atlético-PR x Bahia
Campeonato Brasileiro – 20ª rodada
Local: Arena da Baixada, em Curitiba
Data: 13/08/2017
Horário: 19 horas
Árbitro: Sandro Meira Ricci (FIFA-SC)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Carvalho Van Gasse (ambos de SP)

Gols: Mendoza, aos 19 e Nikão aos 24 ‘ do primeiro tempo, Thiago Heleno, aos sete minutos, Eder (contra), aos 14’ do segundo tempo

Cartões amarelos: Eder, Eduardo, Zé Rafael, Thiago Heleno, Matheus Reis, Rosseto

Renda : R$ 188,660,00

Público: 13.973 pagantes
Atlético-PR: Weverton, Jonathan (Cascardo), Thiago Heleno (Zé Ivaldo), Wanderson e Fabrício; Pavéz, Rosseto, Guilherme, Lucas Fernandes (Sidcley) e Nikão; Ribamar. Técnico: Fabiano Soares

Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Eder e Matheus Reis; Renê Júnior, Edson (Julinho), Régis (João Paulo) e Zé Rafael (Ferrareis); Mendoza e Rodrigão. Técnico: Preto Casagrande

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="448114" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]