Futebol amador faz Dadá Maravilha retornar ao Couto Pereira

Acontece neste final de semana (sábado, 19, e domingo, 20), no estádio Couto Pereira, a fase final da Taça Kaiser..

Ayrton Baptista Junior - CBN Curitiba - 18 de janeiro de 2019, 20:45

Acontece neste final de semana (sábado, 19, e domingo, 20), no estádio Couto Pereira, a fase final da Taça Kaiser de futebol amador. O torneio é parte da ação publicitária da marca de cerveja que pede “a volta do futebol de verdade”. Um dos garotos-propaganda da Kaiser, o ex-atacante Dario, o irreverente Dadá Maravilha, vai assistir a competição. “No futebol amador há um amor à camisa que eu queria ver na Seleção Brasileira, do Tite. Está faltando esta disposição que eu vejo nestes jogos que reúnem pessoas que trabalham em diversas áreas durante a semana e ainda têm fôlego para marcar um golzinho no domingo”, frisou o ex-jogador, de 72 anos, que é comentarista da TV Alterosa, de Belo Horizonte, onde é ídolo da torcida do Atlético Mineiro desde 1971, quando foi artilheiro e campeão brasileiro.

Revelado no modesto Campo Grande, do Rio de Janeiro, Dario também se destacou no Internacional (campeão brasileiro em 1976), no Flamengo, no Bahia e no Sport (fez dez gols em apenas um jogo do Campeonato Pernambucano de 1976: 14 a 0 contra o Santo Amaro). Em 1983, foi contratado pelo Coritiba, mas não teve a sequência esperada por causa de uma lesão. Dario, porém, conta que fez pelo alviverde uma jogada que impressionou pelo “excesso” de habilidade, durante um Atletiba, no Couto Pereira. “Eu não era habilidoso. Sempre digo que não tive tempo de aprender a jogar futebol porque vivia fazendo gol... Mas, naquele dia, devo ter sido inspirado por Zico ou por algum outro deus do futebol porque fui para a ponta-esquerda e cruzei com a perna direita para o Lela fazer um gol de cabeça. Não era o Dadá naquele dia!”, recorda o sempre bem humorado Dario, que também integrou a Seleção Brasileira campeã mundial em 1970, no México.

Com entrada gratuita para o público, as finais da Taça Kaiser reúnem quatro clubes: o Trieste, campeão amador de Curitiba; o Mineirinho, de Belo Horizonte; o Atlético, de Blumenau-SC; e o Bela Vista, de Santa Cruz do Sul-RS. A competição tem dois jogos no sábado, um às 14h30 e 17h. Os vencedores decidem o torneio no domingo, às 14h30.

Além do futebol em campo, os torcedores poderão conhecer um personagem que entrou para a história do futebol não só pelos gols, mas também pelas frases. Eis algumas: “Existem três poderes no Universo: Deus no céu, o Papa no Vaticano e Dadá na grande área”; “Não me venham com a problemática que eu tenho a solucionática”; “Apenas três coisas param no ar: helicóptero, beija-flor e Dadá Maravilha”.