“There will be goal do Gabigol”: Torcedor faz cartaz, mas atacante não entra no amistoso

Vinicius Cordeiro

seleção gabigol renan lodi galvão

Gabigol não entrou no amistoso da seleção contra Senegal, terminado em 1 a 1, nesta quinta-feira (10), mas teve apoio da torcida em Singapura. Um dos 20.621 torcedores que acompanharam o jogo internacionalizou a frase “hoje vai ter gol do Gabigol”. Agora, a torcida do Flamengo fora do país pode usar “Today there will be goal do Gabigol”.

O atacante ficou no banco de reservas e viu outros jogadores que atuam no Brasil serem escolhidos para entrar em campo. Além dele, o zagueiro Rodrigo Caio, também do Fla, vive a mesma situação. Os dois desfalcam o time carioca hoje no jogo contra o Atlético Mineiro, marcado para às 20h, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Já o goleiro Santos, do Athletico-PR, desfalca a equipe contra o Corinthians no duelo marcado para às 19h15. Por fim, Weverton foi substituído por Jaílson na derrota do Palmeiras para o Santos.

Quem entrou em campo foi a dupla do Grêmio, Matheus Henrique e Everton ‘Cebolinha’. Os dois entraram nas vagas de Arthur e Roberto Firmino e tiveram alguns minutos em campo para mostrar serviço.

As outras duas substituições de Tite foram as entradas de Renan Lodi, lateral do Atlético de Madrid que fez sua estreia pela seleção, e Richarlison, atacante do Everton.

Gabigol foi uma das opções de Tite no banco de reservas. Foto : Pedro Martins / MoWA Press

A expectativa é se Rodrigo Caio e Gabigol será utilizado no próximo amistoso. O Brasil encara a Nigéria no próximo domingo (13), às 9h (horário de Brasília), no Estádio Nacional de Singapura.

Depois, os jogadores do Flamengo retornam para o jogo contra o Fortaleza, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

COBRANÇA DE GALVÃO POR GABIGOL

Além disso, o narrador Galvão Bueno, poupado das transmissões dos amistosos da seleção, cobrou a entrada do atacante do Flamengo.

Ainda no intervalo do jogo, Galvão criticou o futebol e pediu a entrada de Everton ‘Cebolinha’ e Gabigol. “Vendo o jogo da seleção e curtindo meus amigos e parceiros (…) Mas tá fraquinho o futebol da seleção! E aí Tite, cadê Gabigol e Cebolinha?”, publicou em seu Instagram durante o intervalo da partida.

No final das contas, o técnico da seleção brasileira acabou ‘atendendo’ apenas uma das cobranças de Galvão.

Previous ArticleNext Article