Geração 7 a 1 tem seis remanescentes

Folhapress

O técnico Tite absolveu seis jogadores que participaram da fracassada campanha do Brasil na Copa do Mundo de 2014. Thiago Silva, Neymar, Marcelo, Paulinho, Fernandinho e Willian são os remanescentes daquela seleção convocados para o Mundial da Rússia.

Desses, apenas Marcelo e Fernandinho foram titulares no 7 a 1. Paulinho e Willian entraram no segundo tempo da goleada sofrida contra a Alemanha, em Belo Horizonte. A derrota na semifinal é considerada o maior vexame da história da seleção brasileira em Copas do Mundo.

O número de remanescentes só não foi maior porque Daniel Alves se machucou na semana passada. O jogador do Paris Saint-Germain era nome certo na lista de Tite. Ele terá que se submeter a uma cirurgia e só voltará ao futebol em seis meses.

Telê  Santana, em 1982, Carlos Alberto Parreira, em 1994, e Dunga, em 2010, foram os únicos técnicos que levaram mais remanescentes do tropeço do Mundial anterior para as sua delegações.
Desses, somente Parreira conseguiu conquistar a Copa do Mundo. Ele levou dez jogadores que participaram do fiasco na Itália, em 1990, quando o time foi eliminado nas oitavas de final.


Os demais convocados por Tite nunca disputaram uma Copa. O mais novo da equipe é o atacante Gabriel Jesus, do Manchester City, com 21 anos. A convocação da seleção foi realizada na sede da CBF, na zona oeste do Rio. Na segunda, o time começa a treinar na Granja Comary, em Teresópolis.

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook