Gladiador marca dois, mas Coxa vacila e empata com o Vasco

Redação


Em seu retorno após três partidas fora, o atacante Kleber retornou inspirado e com dois gols quase garante a virada do Coritiba sobre o Vasco, mas nos acréscimos o time voltou a vacilar na bola aérea e permitiu o empate por 2 a 2, na noite de domingo, na Vila Capanema, pela 11ª rodada do Brasileirão. O Vasco abriu o placar com Thalles, aos 20 minutos de jogo, mas Kleber entrou em ação aos 22 e aos 42 minutos da segunda etapa, Wagner, porém, aproveitou uma falha de marcação Alviverde e empatou, aos 46 minutos. Com o resultado, o Coritiba ocupa a oitava colocação com 16 pontos e o Vasco, com a mesma pontuação, está na sexta posição. Na outra partida da noite Avaí e Ponte Preta empataram por 0 a 0 na Ressacada.

O Vasco abriu o placar aos 20 minutos, com Thalles, quando o jogo estava equilibrado.  Os vascaínos aproveitaram uma jogada pela direita e o atleta, com quase 100 quilos, subiu sem marcação para abrir o placar.

Na segunda etapa o Coritiba passou a ser mais ofensivo, Anderson deu mais qualidade no passe e o time passou a encurralar o Vasco em seu campo. Aos 22, Kleber empatou a partida após sete toques de cabeça dentro da área, o Gladiador aproveitou e completou de cabeça para o gol.

Aos 42, o mesmo Kleber marcou seu segundo gol na noite, aproveitando uma lançamento da intermediária e o vacilo do goleiro Martín Silva. A torcida ainda comemorava quando o Vasco empatou, aos 46, com um gol de Wagner, que aproveitou um toque de Paulão na entrada da pequena área e pegou a defesa Coxa desatenta.

No final do jogo, o goleiro Wilson lamentou o resultado. “Infelizmente escapou hoje no final, mostramos uma reação e agora temos mais uma semana para trabalhar e voltar a jogar em nossa casa”, disse.

O meia Wagner comemorou. “Tivemos que manter a cabeça no lugar, jogo muito difícil, espero estar em campo por mais tempo para ajudar”.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA X VASCO

Local: Vila Capanema, Curitiba (PR)
Data: 02 de julho de 2017
Horário: 19 horas
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Assistentes: Marcio Eustáquio Santiago (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)

Cartões amarelos: Douglas, Jean, Paulão, Breno, Martín Silva, Jonas e Anderson

Renda: R$ 135.300

Público: 8.020 pagantes

Coritiba: Wilson; Léo (Anderson), Márcio, Werley e William Matheus; Jonas (Tomas), Galdezani e Tiago Real; Rildo (Neto Berola), Kleber e Henrique Almeida. Técnico: Pachequinho

Vasco: Martín Silva; Gilberto, Breno, Paulão e Henrique; Jean, Douglas, Yago Pikachu, Mateus (Éder Luis) e Nenê (Wagner); Thalles (Rafael Marques). Técnico: Milton Mendes.

 

Previous ArticleNext Article