Gleisi Hoffmann apresenta emenda na Lei do Mandante para dar dinheiro às organizadas

Redação

Gleisi Hoffmann emenda Lei do Mandante

A deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR) apresentou uma emenda na Lei do Mandante para que as torcidas organizadas recebem parte do dinheiro que os clubes ganham em direitos de transmissão. A nova legislação está sendo debatida nesta quarta-feira (14), na Câmara dos Deputados.

De acordo com o projeto de Gleisi, 5% da receita de direitos de transmissão será distribuída para os atletas profissionais e as torcidas organizadas e uniformizadas, cadastradas pelo clube.

“As torcidas organizadas precisam ter direito à participação na divisão da verba dos jogos. Fazem a festa nas nossas arenas e desenvolvem muitas ações sociais junto aos participantes. Por isso, apresentei emenda ao PL 3.236 que trata das regras para negociar transmissões”, postou a deputada em sua conta no Twitter.

Além de Gleisi Hoffmann, outros cinco deputados assinaram a emenda na Lei do Mandante: Bohn Gass (PT/RS), Jorge Solla (PT/BA), Danilo Cabral (PSB/PE), Patrus Ananias (PT/MG) e Wolney Queiroz (PDT/PE).

CONFIRA A JUSTIFICATIVA NA ÍNTEGRA DA EMENDA APRESENTADA POR GLEISI HOFFMANN

As torcidas organizadas e uniformizadas são instituições consolidadas no futebol desde os anos 60, período áureo do futebol brasileiro dentro e fora dos gramados. Período que serviu como preparativo para a Copa de 70, quando nos consagramos campeões mundiais. O Brasil se tornou referência na forma de torcer, de fazer festas nas arquibancadas, a ponto de modificar a forma de torcer e curtir futebol nos quatro cantos do planeta. Exemplo disso foi o fenômeno da “OLA”, movimento que lembra uma onda em formação em plena arquibancada, sem falar dos papéis picados, fumaças, apitos e batucadas, apresentando em forma de músicas e cantos da cultura brasileira.

Tendo em torno de mais de 3 milhões de associados e colaboradores, as torcidas organizadas e uniformizadas se tornaram um fenômeno social relevante dentro e fora das arquibancadas. Dentro, por contas das festas que mesmas executavam no período áureo. Fora, por conta dos diversos projetos e ações sociais que as mesmas executam nas suas sedes e nas comunidades na qual estão inseridas, por terem contribuído com a força do futebol brasileiro no processo fortalecimento da nossa cultura e disseminação da alegria do povo brasileiro, terem tido um papel extremamente relevantes das torcidas organizadas e uniformizadas do Brasil, transmitido à exaustão pelos meios de comunicações, inclusive para apresentar os campeonatos nacionais, estaduais e internacionais nas quais as equipes de futebol do nosso país estiver participando.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="775574" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]