Atlético-MG perde para o Goiás e se complica na briga pelo título

Jorge de Sousa

Atlético-MG perde para o Goiás e se complica na briga pelo título do Campeonato Brasileiro

O Atlético-MG foi derrotado por 1 a 0 pelo Goiás na noite desta quarta-feira (3) e se complicou na briga pelo título do Campeonato Brasileiro.

Índio marcou o primeiro gol como profissional e garantiu a vitória do Goiás.

O duelo foi realizado na Serrinha, em Goiânia, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.

A derrota manteve o Atlético-MG com 60 pontos, cinco pontos atrás do Internacional, que pode ampliar essa vantagem nesta quinta-feira (4), quando enfrenta o Athletico-PR em Curitiba.

Já o Goiás chegou aos 32 pontos e se manteve vivo na luta pela permanência na elite nacional, três pontos abaixo do Sport, que atua nesta sexta-feira (5), contra o Botafogo no Engenhão.

O Goiás volta a campo neste sábado (6), contra o Bahia na Arena Fonte Nova, às 20h, enquanto o Atlético-MG atua apenas na próxima quarta-feira (10), frente ao Fluminense no Maracanã, às 21h30.

ATLÉTICO-MG ESBARRA NA RETRANCA DO GOIÁS NA SERRINHA

A primeira finalização da partida foi do Atlético-MG, aos oito minutos. Guga cruzou da direita, a zaga não conseguiu afastar e Guilherme Arana finalizou a direita da meta.

O Atlético-MG teve um gol anulado aos 11 minutos. Guilherme Arana cruzou da esquerda e Savarino testou firme para as redes, mas o árbitro assinalou impedimento do venezuelano.

Marcelo Rangel fez boa defesa aos 21 minutos. Allan arriscou finalização de média distância e o goleiro espalmou no canto direito.

Só que foi o Goiás quem abriu o placar aos 27 minutos. Daniel cruzou da direita e Índio ganhou pelo alto para testar firme no canto esquerdo de Everson.

O Atlético-MG ficou muito perto de empatar o jogo aos dez minutos. Após cruzamento da esquerda, Jair cabeceou no poste direito, com o rebote sobrando para Alan Franco finalizar no travessão.

Nova intervenção de Marcelo Rangel aos 26 minutos. Jair foi lançado na área e tentou cabecear no canto direito, mas o goleiro espalmou para escanteio.

LEIA MAIS: Ídolo do Athletico, Nilson Borges, o Bocão, morre aos 79 anos

Previous ArticleNext Article