Goleiro do Atlético-PR é convocado para a Seleção Olímpica

Redação


O técnico da Seleção Olímpica, Rogério Micale, convocou neste domingo o goleiro Weverton, do Atlético-PR, para substituir Fernando Prass, desconvocado após ser confirmada uma lesão em seu cotovelo direito na madrugada deste domingo (31).

Com passagens pelo Corinthians, Oeste e Portuguesa, o goleiro do Furacão deve se juntar a Uílson, do Atlético-MG, e formar a dupla de goleiros disponíveis da Seleção Olímpica nos próximos dias.

A Seleção Brasileira está no Grupo A da Olimpíada e inicia a trajetória na competição diante da África do Sul, na próxima quinta-feira (4), às 16h, no Mané Garrincha, em Brasília. Depois, no dia 7, o adversário do Brasil será o Iraque, novamente na capital federal. Fechando a primeira fase, a Seleção enfrenta a Dinamarca, no dia 10, na Fonte Nova, em Salvador.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) aguardava uma resposta da Fifa para convocar Weverton em uma exceção do regulamento da competição, uma vez que ele não estava na lista de pré-relacionados que foi enviada ao órgão máximo do esporte há mais de 40 dias. Com a autorização, a CBF anunciou a nova convocação.

No Atlético-PR desde 2012, quase sempre como destaque, Weverton foi uma convocação possível devido a um expediente que a Fifa havia aberto para Portugal e que foi aproveitado pela seleção brasileira.

Ele não constava na pré-lista de 35 jogadores para o torneio, mas sim em uma lista maior, de aproximadamente 70 atletas, e que foi elaborada por Dunga. Em dificuldades para conseguir liberações, Portugal havia sido autorizado a convocar atletas dessa relação anterior. Para chamar Weverton, a CBF sequer precisou de aval da Fifa, segundo assegurou uma fonte ligada à entidade.

Por meio das redes sociais do Atlético-PR, o goleiro Weverton se manifestou sobre a convocação para a Seleção. “Para o torcedor atleticano um muito obrigado por tudo, por sempre apoiar. Espero que venha fazer grandes jogos assim como venho fazendo aqui no Atlético. Que a gente possa buscar esse tão sonhado ouro inédito para o Brasil”, diz o goleiro.

Fernando Prass

O atleta deve passar por uma cirurgia na terça-feira e pode, também, perder o restante da temporada do Brasileirão com o Palmeiras, atual líder. O cotovelo direito de Prass já é um problema antigo na vida do atleta. Em 2014, já atuando pelo Palmeiras, o goleiro chegou a operar a mesma região.

> Com dores, Fernando Prass é cortado da Seleção Olímpica

Pelo Twitter, Prass diz que os exames realizados na madrugada deste domingo apontaram uma nova fratura no cotovelo direito.

Com informações de Dassler Marques, do UOL em Brasília

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="376035" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]