Ex-goleiro do Athletico é pego no doping e suspeita é uso de cocaína

Vinicius Cordeiro

Rodolfo

O goleiro Rodolfo, do Fluminense, foi pego no exame antidoping da Conmebol e a suspeita é de uso de cocaína. O exame foi feito após o jogo contra o Atlético Nacional, pela Sul-Americana, no dia 23 de maio.

O jogador de 28 anos foi revelado pelo Paraná Clube e tem passagem pelo Athletico. Aliás, o goleiro atuou na Arena da Baixada no dia 2 de junho. O Rubro-Negro derrotou os cariocas por 3 a 0 pela 7.ª rodada do Brasileirão 2019.

RECORRENTE

Essa não é a primeira vez que Rodolfo tem problema no futebol pela droga. Em 2012, quando ainda defendia o Furacão na Série B, ele ficou suspenso por dois anos e só voltou a atuar em 2014.

Ele começou essa temporada como titular, mas acabou perdendo a vaga para Agenor no time do técnico Fernando Diniz. Ou seja, isso pode ter sido um fator para uma suposta recaída.


Rodolfo abriu mão da contraprova. Isto é, ele aceita o resultado do primeiro exame e assume culpa. Por causa disso, ele fica suspenso automaticamente até o julgamento, que ainda será marcado.

O Fluminense divulgou uma nota declarando que ajudará o atleta. Confira o texto na íntegra:

“O Fluminense Football Club informa que o goleiro Rodolfo Alves de Melo foi flagrado no exame antidoping após a partida Fluminense x Atlético Nacional (COL), pela Sul-Americana, realizada em 23 de maio de 2019 no Maracanã. O clube e o atleta já realizaram uma reunião e uma petição foi apresentada à Conmebol, onde o jogador abriu mão da contraprova se colocando suspenso voluntariamente, para se dedicar exclusivamente à sua defesa. O Fluminense já colocou seu Departamento Jurídico à disposição do jogador que, por norma legal, teve o contrato de trabalho suspenso. A instituição dará todo o suporte necessário ao atleta.”

Post anteriorPróximo post