Grêmio bate o Palmeiras, mas gol levado preocupa

Marinho Saldanha, do UOL em Porto AlegreVencer como mandante é ordem para seguir na Copa do Brasil. Levar gol em casa, p..

Redação - 29 de setembro de 2016, 00:39

Marinho Saldanha, do UOL em Porto Alegre

Vencer como mandante é ordem para seguir na Copa do Brasil. Levar gol em casa, porém, deixa o placar longe do ideal. E tudo isso aconteceu nesta quarta-feira (28) entre Grêmio e Palmeiras. Com um golaço de Ramiro, e outro de Pedro Rocha, o Tricolor abriu vantagem. Mas sofreu de seu ex-jogador, Zé Roberto. E com o 2 a 1, o que poderia ser um passo para a semifinal acabou em vantagem mínima.

No duelo de volta, marcado para 19 de outubro, o Grêmio joga por qualquer vitória ou empate. Pode até perder por um gol de vantagem desde que marque mais de um como visitante. Já ao Palmeiras cabe vencer por 1 a 0. Ou dois ou mais de margem, independente dos gols do rival. O adversário na semifinal sairá da partida entre Juventude e Atlético-MG. Nesta quarta, os mineiros pularam na frente.

O Tricolor recuperou seu 'perfil'. Entrou como fazia antes da troca de treinador. Marcando pressão, controlando o jogo com posse de bola. Reflexo da postura foi a recuperação de uma série de bolas no campo ofensivo, que acabaram em chances de gol.