Grêmio busca empate com Santos nos acréscimos e deixa confronto aberto na Libertadores

Jorge de Sousa

Grêmio busca empate com Santos nos acréscimos e deixa confronto aberto na Libertadores

Grêmio e Santos empataram em 1 a 1 na noite desta quarta-feira (9) e deixaram o confronto por uma vaga nas semifinais da Copa Libertadores aberto para o jogo de volta.

Kaio Jorge abriu o placar para o Santos na primeira etapa e Diego Souza (em cobrança de pênalti) empatou para o Grêmio nos acréscimos do segundo tempo.

O duelo foi realizado na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.

Com o resultado, o Santos recebe o Grêmio na próxima quarta-feira (16) e joga por um empate por 0 a 0 ou qualquer vitória na Vila Belmiro.

O Grêmio precisa empatar por dois ou mais gols ou por qualquer triunfo para garantir a vaga. Já empate por 1 a 1 leva a decisão da vaga nas semifinais da Libertadores para as penalidades.

As duas equipes entram em campo neste fim de semana pelo Campeonato Brasileiro. O Grêmio viaja para enfrentar o Goiás na Serrinha, no sábado (12), às 21, enquanto o Santos duela contra o Flamengo no Maracanã, no domingo (13), às 16h.

DIEGO SOUZA MANTÉM GRÊMIO VIVO COM GOL NOS ACRÉSCIMOS

A primeira chance da partida foi criada pelo Grêmio aos três minutos. Pinares bateu escanteio da esquerda e Kannemann cabeceou firme, perto do travessão.

Nenhuma das equipes conseguiu levar mais perigo às metas rivais nos 30 minutos iniciais, com o jogo muito concentrado na parte central do campo.

Mas o Santos conseguiu abrir o placar aos 35 minutos. Pará cruzou da direita, Vanderlei saiu mal da meta e a bola sobrou para Felipe Jonatan na entrada da área, com o lateral passando por elevação para Kaio Jorge cabecear para o gol vazio.

O jogo esquentou aos 37 minutos, após Jobson jogar uma bola em Pinares e receber cartão amarelo. Dois minutos depois, Pinares dividiu com Diego Pituca e foi expulso de forma direta.

Só que a revisão na cabine do VAR apontou que Pinares tocou na bola com o carrinho, enquanto Pituca entrou de sola no pé do meia chileno. Com isso, o árbitro reverteu o cartão vermelho e mostrou amarelo ao volante do Santos.

Jobson perdeu boa chance para ampliar o placar aos 46 minutos. Kaio Jorge puxou contra-ataque e serviu o volante pela esquerda, mas o atleta escorregou e encerrou o ataque do Santos.

O Santos criou boa oportunidade logo aos dois minutos do segundo tempo. Lucas Braga recebeu na esquerda, puxou para o centro e bateu firme para Vanderlei espalmar.

Nova chance do Santos no minuto seguinte. Felipe Jonatan fez bom cruzamento da esquerda e Jobson tentou pegar de voleio, mas mandou a bola muito longe da meta.

John quase entregou um gol ao Grêmio aos quatro minutos. O goleiro tentou sair jogando com os pés, mas Diego Souza chegou a desarmar o goleiro, que ainda conseguiu fazer o corte de carrinho.

Vanderlei fez nova intervenção aos cinco minutos. Diego Pituca arriscou da intermediária e o goleiro foi buscar o chute no canto direito.

A resposta do Grêmio veio no minuto seguinte. Matheus Henrique aproveitou sobra de escanteio na entrada da área e bateu firme, mas à esquerda da meta.

Marinho apareceu para o jogo aos 13 minutos. O atacante deixou Diogo Barbosa para trás e cruzou rasteiro, mas ninguém chegou para concluir na pequena área e a zaga do Grêmio afastou.

O Grêmio foi para o abafa e teve duas boas chances seguidas. A primeira foi aos 14 minutos, quando Diego Souza recebeu na área, fez o giro, mas foi travado no momento da finalização.

Na cobrança de escanteio, David Braz subiu livre no segundo poste e cabeceou firme, só que rente ao poste direito de John.

O goleiro do Santos apareceu bem aos 20 e 21 minutos. Primeiro, David Braz arriscou falta da meia-lua e o arqueiro fez bela ponto para espalmar. No minuto seguinte, foi a vez de Diego Souza completar cruzamento da esquerda e John cair no canto direito para ficar com a bola.

Kaio Jorge teve a bola para matar o jogo aos 23 minutos. Diego Pituca arriscou da intermediária, Vanderlei espalmou para o meio da área e Darlan errou o corte, deixando a bola limpa para o centroavante, que bateu à direita da meta.

Jean Mota teve grande chance para decidir a partida aos 45 minutos. Madson puxou contra-ataque da direita e cruzou na medida para o meia, que cabeceou por cima da meta.

O Santos ficou com dez jogadores em campo aos 46 minutos. Diego Pituca atrasou o reinício de jogo, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

O Grêmio voltou a criar boa oportunidade aos 46 minutos. Ferreira foi lançado na direita e cruzou rasteiro, mas Diego Churín chegou atrasado no segundo poste e a bola passou por toda área.

Mas aos 49 minutos, Ferreira cruzou da direita e a bola explodiu no braço Vinicius Balieiro. Mesmo com o volante do Santos tentando retirar o braço, o árbitro assinalou a penalidade pelo braço do atleta estar aberto no momento do impacto com a bola.

Diego Souza pediu a bola e bateu firme no ângulo direito para empatar o placar na Arena do Grêmio.

LEIA MAIS: Champions: sorteio das oitavas acontece na segunda-feira; veja os 16 classificados

Previous ArticleNext Article