Grêmio vence Monagas, confirma classificação e segue líder do grupo

Folhapress


O Grêmio venceu o Monagas (VEN), nesta terça-feira (15), por 2 a 1 e confirmou classificação às oitavas de final da Libertadores. A partida em Maturín, com final elétrico, também manteve o time tricolor como líder do grupo A. Agora, a equipe de Renato Gaúcho joga para garantir a condição de melhor da chave na próxima semana.

Ramiro marcou o primeiro gol do Grêmio, mas Kannemann fez contra já nos acréscimos. Aos 48 minutos, Cícero foi derrubado na área, e Jailson anotou o gol da vitória em cobrança de pênalti.
O time gaúcho entrou em campo já classificado graças a resultado paralelo. A vitória do Cerro Porteño em cima do Defensor, no Uruguai, deixou apenas a definição de quem será o primeiro lugar do grupo 1 em aberto.

Renato Gaúcho levou apenas cinco titulares para a Venezuela e usou todos desde o início. Mesmo assim, a atuação ficou bem longe de lembrar o Grêmio de 2018.
O volante Jailson foi bem no jogo, mas chamou atenção por assumir a responsabilidade. No último lance do jogo, o camisa 25 pediu para bater e venceu a concorrência de Cícero e Ramiro para executar a cobrança. O tiro forte, rasteiro e no canto direito do goleiro garantiu o triunfo.

Outro com grande atuação foi Marcelo Grohe, que colocou mais uma cidade onde fez milagre no currículo. Nos dois tempos, o goleiro fez boas defesa. Na etapa final, evitou o empate com uma defesa à queima roupa.

A decepção gremista foi Madson. O lateral direito teve mais um jogo de altos de baixos. Mostrou velocidade, mas falhou na tomada de decisão. Foi sacado no segundo tempo para deixar o time mais agudo com Lima.

O Grêmio sentiu o jogo com gramado ruim e uma escalação diferente. Sem fluidez, e com dificuldade para controlar a bola, o Tricolor rondou a área do Monagas e finalizou pouco. As melhores chances saíram de lances isolados. Um levantamento que Alisson isolou, contra-ataque com Thonny Anderson e chute para fora e principalmente uma cobrança de falta. Cícero acertou a trave esquerda e no rebote, Maicosuel perdeu.

Antes do intervalo, a defesa ainda assistiu a Marcelo Grohe fazer boa defesa em chute de Romero. A conclusão foi no canto direito inferior e ocorreu após Kannemann ser superado. De resto, o sistema defensivo titular sobrou e deu tranquilidade.

No segundo tempo o Grêmio foi para cima e adotou uma regra bem clara para tentar o gol. Cícero, Thonny Anderson, Maicosuel e Ramiro passaram a bombardear o gol de Baroja com chutes de longe. Ramiro foi quem teve melhor pontaria e marcou aos 23min.

O que parecia definido quase não se confirmou. Aos 47min, Kannemann fez gol contra depois de jogada pela esquerda e de linha de fundo. Na saída de bola, o Grêmio se lançou para o ataque, e Cícero foi derrubado na área. No último lance, Jailson cobrou pênalti e garantiu a vitória.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="523472" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]