Guarani se reabilita e afunda Criciúma na Série B

Roger Pereira


O Guarani conquistou sua segunda vitória no Campeonato Brasileiro da Série B. O Bugre recebeu o Criciúma, na noite desta terça-feira (08), no Brinco de Ouro, e venceu por 1 a 0. Bruno Nazário marcou o gol que definiu a partida.

Com o resultado, o clube campineiro chega aos seis pontos ganhos em cinco partidas disputadas e ocupa, momentaneamente, a oitava colocação. Já o Criciúma, acumula a sua quinta derrota consecutiva e segue sem pontuar na competição, ocupando a penúltima posição

O Guarani começou melhor desde os primeiros minutos, com imposição e muito domínio territorial. Porém, todo esse volume de jogo não foi aproveitado. O Alviverde começou incomodando Luiz aos 6′. Rondinelly fez linda jogada individual, invadiu a área mas foi abafado por Luiz na hora da conclusão. Aos 9′, Anselmo Ramon tabelou com Lenon, driblou a marcação e chutou firme em cima do arqueiro adversário.

Aos 19′, Rafael Longuine aproveitou a bobeada da zaga, invadiu a área e, sem goleiro, demorou para chutar. No rebote, Anselmo Ramon carimbou o zagueiro Sandro. Aos 23′, os papeis mudaram. Anselmo cruzou e Longuine desviou com perigo. O Bugre não sofria no setor defensivo e não abriu o placar por falta de capricho na finalização. Aos 34′, Anselmo Ramon arrancou, driblou o zagueiro e chutou à esquerda do gol.

De tanto martelar, o Bugre furou o bloqueio. Aos 41′, Longuine deu assistência para Nazário, o meia recebeu, ajeitou e encheu o pé na saída de Luiz para fazer o primeiro do Guarani. O gol deu a tranquilidade necessária para a equipe descer ao vestiário no intervalo e planejar o segundo tempo.

O início da segunda etapa deu indícios de que a partida estava sobre controle e que a partida se encaminharia para uma vitória tranquila dos donos da casa. Logo aos 2′, Baraka serviu Nazário, o meia ajeitou no peito e fez o segundo, porém o auxiliar, de maneira equivocada, assinalou impedimento. Daí em diante, o Criciúma cresceu no jogo e deu trabalho ao goleiro Bruno Brígido.

Aos 11′, Elvis arriscou da entrada da área e Bruno espalmou. Aos 16′, Philipe Maia falhou, a bola sobrou nos pés de Nicolas mas o meia errou o alvo. Com menor ímpeto em relação ao adversário, Umberto mexeu no time e promoveu as entradas Erik, Denner e Guilherme nas vagas de Longuine, Rondinelly e Bruno Nazário. O Bugre ganhou fôlego e soube sofrer até o último minuto para garantir sua reabilitação na Série B.

Previous ArticleNext Article
Repórter do Paraná Portal
[post_explorer post_id="522038" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]