Operário é goleado pelo Guarani e praticamente dá adeus ao G-4 da Série B

Jorge de Sousa

Operário é goleado pelo Guarani e praticamente dá adeus ao G-4 da Série B

O Operário foi derrotado por 3 a 0 pelo Guarani na tarde desta terça-feira (8) e praticamente deu adeus as chances de acesso no Campeonato Brasileiro da Série B

Waguininho, Bruno Sávio e Lucas Crispim marcaram os gols da vitória do Guarani.

O duelo foi realizado no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.

A derrota deixou o Operário com 34 pontos, nove pontos atrás do Cuiabá – atual quarto colocado da Série B, e que ainda joga pela 27ª rodada da Série B.

Já o Guarani segue em boa fase sob o comando de Felipe Conceição e venceu quatro dos últimos cinco jogos que disputou na Série B, estando apenas três pontos atrás do G-4 da competição.

As duas equipes voltam a campo neste fim de semana pela Série B. O Operário recebe o Sampaio Correia no Germano Krüger, na sexta-feira (11), às 16h, enquanto o Guarani viaja para duelar contra o Brasil de Pelotas, no sábado (12), às 20h30.

OPERÁRIO É DOMINADO NO PRIMEIRO TEMPO EM DERROTA EM CAMPINAS

O Guarani mostrou desde o primeiro minuto que vinha para buscar a vitória em Campinas. Logo após a saída de bola, Lucas Crispim arriscou da intermediária e Thiago Braga espalmou a bola junto ao poste esquerdo.

Bruno Sávio quase abriu o placar no minuto seguinte. O atacante recebeu na área, fez o giro e bateu por cima da meta.

Thiago Braga voltou a salvar o Operário aos oito minutos. Bidu bateu cruzado da direita e o goleiro resvalou na bola para mandar para escanteio.

Só que na cobrança de escanteio, o Guarani abriu o placar. Waguininho apareceu livre entre os zagueiros e cabeceou firme no canto direito para balançar as redes.

A primeira chance do Operário na partida saiu aos 11 minutos. Ricardo Bueno arriscou da entrada da área e Gabriel Mesquita espalmou para a linha de fundo.

Mas aos 25 minutos, quem marcou foi o Guarani. Lucas Crispim recuperou bola no campo de ataque e arriscou da entrada da área, Thiago Braga deu rebote para frente e Bruno Sávio apenas empurrou para as redes.

O goleiro se redimiu aos 28 minutos. Lucas Crispim cruzou na medida da direita e Waguininho cabeceou firme, mas o goleiro espalmou a cabeçada à queima roupa.

O placar ficou ainda mais dilatado aos 36 minutos. Lucas Crispim recebeu na esquerda, puxou para o meio e bateu firme no canto direito para ampliar o marcador.

O jogo caiu de ritmo na segunda etapa, com o Guarani sem ímpeto no ataque e o Operário não demonstrando qualidade para diminuir o placar.

Aos seis minutos, boa chance criada pelo Operário. Douglas Coutinho cruzou da esquerda, Gabriel Mesquita afastou a bola com um tapa, mas o rebote ficou com Thomaz, que alçou novamente a bola na área e Didi fez o corte providencial.

O Guarani conseguiu responder apenas aos 33 minutos. Bidu rolou para Giovanny na área e o meia tentou o chute cruzado, que passou perto do poste direito.

Nova chance do Operário aos 36 minutos. Julinho cobrou falta da esquerda, Ricardo Silva desviou de cabeça e a bola passou perto do travessão de Gabriel Mesquita.

LEIA MAIS: PSG x Istanbul: jogo da Champions é suspenso após ofensa racista do 4º árbitro

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="733215" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]