Guarda Municipal paranaense é campeão brasileiro de jiu-jitsu

Paranaense de Figueira, no norte pioneiro, o Guarda Municipal Vagner de Oliveira Benedito, conhecido como Shrek, conquis..

Francielly Azevedo - 09 de maio de 2018, 12:29

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Paranaense de Figueira, no norte pioneiro, o Guarda Municipal Vagner de Oliveira Benedito, conhecido como Shrek, conquistou a medalha de ouro no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu na categoria 94-100. Ele foi campeão na semana passada, em Barueri (SP). O atleta também trouxe para Curitiba a medalha de bronze na categoria "Absoluto", que é disputada apenas entre os medalhistas de ouro.

Vagner “Shrek” de Oliveira tem 35 anos, 1,82 metro de altura e 99 quilos. Ele entrou na Guarda Municipal de Curitiba em 2006, quando tinha 22 anos. Atualmente está lotado no Núcleo Regional Bairro Novo da Secretaria Municipal da Defesa Social e Trânsito. Ele concilia a prática esportiva com o trabalho.

"Eu tenho que trabalhar, eu tenho família, eu tenho que conciliar o meu trabalho, minha escala noturna de trabalho, porque eu trabalho a noite na Guarda Municipal. Tenho que treinar durante o dia, às vezes vou direto do trabalho para o treino. Tenho filho na escola, então é bem complicado", disse.

O Guarda começou a praticar jiu-jitsu aos 18 anos, quando se mudou para Curitiba com a família. Durante a adolescência, lutou caratê em Figueira, no Norte Pioneiro. Na época, treinava com o irmão Reginaldo, que até hoje se dedica ao esporte e dá aulas em projetos de contraturno escolar da Prefeitura.

Nesses quase 18 anos, o interesse pelo jiu-jitsu cresceu, levando Shrek a se dedicar mais aos treinos, em especial do ano passado para cá. Os esforços deram resultado: entre 2017 e 2018 ele ganhou 39 medalhas. Entre elas estão as de campeão sul-americano e paranaense, ambas de ouro, conquistadas em 2017. Só no ano passado foram 25 pódios e 25 medalhas, sendo 23 de ouro e duas de prata.

Entre o trabalho e os treinos, a meta de Shrek é conseguir patrocínio para viabilizar a viagem aos Estados Unidos e tentar trazer mais uma medalha para Curitiba. No fim de agosto será realizado em Las Vegas (EUA), o Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu.

"Eu estou tentando, não vou desistir nunca, eu quero ir para o mundial. Estou fazendo minha parte, treinando, já fiz meu passaporte, agora vou pra São Paulo tirar o visto, preciso agora da inscrição que é em dólar, porque é a moeda deles", explicou.