Guga ganhou título em Curitiba antes de fazer história em Roland Garros há 25 anos

Semanas antes de fazer história em Paris, Guga retomou a confiança no tênis com o título do Challenger de Curitiba, no Graciosa Country Club

Pedro Melo - 08 de junho de 2022, 10:00

(Reprodução)
(Reprodução)

O dia 08 de junho é histórico para Gustavo Kuerten. Há exatos 25 anos, Guga conquistava o título de Roland Garros pela primeira vez ao derrotar o espanhol Sergi Bruguera. Porém, o que pouca gente sabe (ou lembra) é que o brasileiro não vinha com bons resultados no saibro e recuperou a confiança justamente com um título diante da torcida em Curitiba, menos de um mês antes do título em Paris.

Nas semanas anteriores, Guga disputou cinco torneios no saibro e ganhou apenas dois jogos (um em Estoril contra o também brasileiro Fernando Meligeni e outro em Praga diante do romeno Andrei Pavel). Ele caiu nas estreias em Barcelona e nos Masters Series de Monte Carlo e de Hamburgo.

Por isso, o catarinense decidiu retornar para o Brasil e abriu mão do Masters Series de Roma. "Fazia tempo que não perdia tantos jogos seguidos. Naquele ano, a temporada europeia não estava funcionando. A gente precisava de um plano B. Ou até de plano nenhum", disse Kuerten, na biografia lançada em 2014.

"Pegamos um avião para casa, para matar a saudade da família, descansar e rever os amigos. Essa pausa me fez um bem danado. Me senti revigorado. O desânimo passou, mudei de sintonia. Me deu uma vontade louca de entrar em quadra para repetir os melhores momentos do começo do ano e depois seguir para o próximo estágio", acrescentou o tenista.

Antes de Roland Garros, Guga decidiu jogar o Challenger de Curitiba, no Graciosa Country Club. O catarinense entrou na chave principal como o segundo cabeça de chave e terminou a semana com o título que precisava para ganhar confiança.

A campanha teve cinco vitórias e apenas um set perdido, na final diante do romeno Răzvan Sabău. "Aquilo era tudo o que eu precisava para retomar a confiança. Ganhei uma partida, fiquei mais leve, venci outra, me senti melhor, papei mais uma e então me vi feliz e solto, com o otimismo restaurado. Nas duplas do Challenger de Curitiba, jogando com Jaime Oncins, fui à semifinal, mas tivemos que desistir porque ele se machucou. Na simples, fiquei com o título, ganhando do romeno Răzvan Sabău", lembrou Guga.

O troféu conquistado em Curitiba foi o que Guga precisava para recuperar o bom tênis e fazer história em Roland Garros semanas depois.

A CAMPANHA DE GUGA EM CURITIBA ANTES DE ROLAND GARROS EM 1997

  • Oscar Burrieza-Lopez (ESP) - 6/4 e 6/2
  • Andres Zingman (ARG) - 6/3 e 6/4
  • Emanuel Couto (POR) - 6/2 e 6/3
  • Roberto Jabali (BRA) - 7/6 e 7/6
  • Razvan Sabau (ROM) - 3/6, 6/4 e 6/3