Gustavo Morínigo promete Coritiba forte no clássico: "É um campeonato à parte"

O técnico Gustavo Morínigo, do Coritiba, destacou a importância do clássico contra o Athletico. Segundo o treinador, o Athletiba é "um campeonato à parte"

Pedro Melo - 14 de fevereiro de 2022, 17:33

(Geraldo Bubniak/AGB)
(Geraldo Bubniak/AGB)

O técnico Gustavo Morínigo, do Coritiba, destacou a importância do clássico contra o Athletico. Após o empate em 0 a 0 com o FC Cascavel, o treinador falou que o Athletiba é um "jogo à parte" e ainda não definiu qual será o esquema tático.

"Todos sabem que Athletiba é um jogo e um campeonato à parte. Estamos bem, focados e temos opções. Vamos colocar uma boa equipe, não sei se com uma linha de três ou quatro, mas seguramente vai ser um jogo que as duas equipes vão propor e estaremos nele da melhor maneira", afirmou o treinador do Coritiba.

Na última rodada, Morínigo testou pela primeira vez em um jogo a formação com três zagueiros - Henrique, Luciano Castán e Guillermo de los Santos. Porém, o novo esquema foi utilizado apenas no primeiro tempo. No intervalo, o técnico trocou o zagueiro uruguaio por Igor Paixão e voltou para o 4-3-3.

"Foi a primeira partida que começamos com essa formação. Acho que foi bem, gostei, mas falta mais treinamentos e tempo. O primeiro tempo o Cascavel só deu um chute no gol, tivemos oportunidades de abrir o placar, mas não conseguimos. Foi um jogo diferente desde o começo com a saída de Willian Farias, que seria titular, a entrada do Sales e a lesão dele depois. Foi um jogo atípico e tivemos que fazer movimentos para ter mais presença, mas não conseguimos muito. A avaliação foi muito boa, mas tem que seguir treinando", analisou o comandante.

O Coritiba é o vice-líder do Campeonato Paranaense, com 14 pontos, mesma pontuação do líder Operário, mas com desvantagem no saldo de gols (5 a 8).

AGENDA DO CORITIBA

  • Athletico: quarta-feira (16), às 20h30, no Couto Pereira
  • Paraná Clube: domingo (20), às 16h, na Vila Capanema
  • Bahia de Feira: quinta-feira (24), às 19h, na Arena Cajueiro