Herói do Tottenham, Lucas Moura tem a melhor temporada de sua carreira

Vinicius Cordeiro

Liga dos Campeões

Os três gols na classificação épica do Tottenham para a final da Liga dos Campeões 18/19 nesta quarta-feira (8) selaram a melhor temporada de Lucas Moura no futebol.

O brasileiro passou a ter uma sequência no time titular de Maurício Pocchetino e já soma 15 gols em 46 jogos na temporada (sem contar seleção brasileira). Mas não são os números que falam. As atuações de Lucas fizeram ele se afirmar no futebol inglês – considerado o mais difícil do mundo – e agora no cenário europeu.

“Foi uma performance de luta e coração. Coração e Lucas Moura! Ele foi o retrato de como ganhamos o jogo, ele merece isso. Por nos levar à final, espero que ele ganhe uma estátua na Inglaterra depois disso”, disse Eriksen sobre o brasileiro após a classificação inédita para a final da Liga dos Campeões.

Ele já tinha dado mostras de confiança na terceira rodada da Premier League, quando marcou dois gols na vitória por 3 a 0 sobre Manchester United em Old Trafford, casa dos Red Devils, em agosto do ano passado. Com a atuação de gala, ele recebeu o prêmio de melhor jogador do mês do Campeonato Inglês.

Desde então, vem se firmando na briga pela posição de titular em um clube que conta com jogadores de alto nível como o coreano Son, o dinamarquês Eriksen e o inglês Dele Alli, além do atacante, e grande ídolo dos Spurs, Harry Kane.

Nesse caminho, Lucas se tornou o quinto brasileiro a marcar um hat-trick na Inglaterra. Apenas Roberto Firmino, Robinho, Diego Costa e Afonso Alves conseguiram o feito antes dele.

E hoje ele se tornou o quinto jogador a marcar três gols em um duelo de semifinal da Champions League, juntando-se a Cristiano Ronaldo, Robert Lewandowski, Ivica Olic e Alessandro Del Piero.

CAMINHO ATÉ A INGLATERRA

Revelado nas categorias de base do São Paulo, Lucas conquistou a Copa Sul-Americana pelo clube paulista em 2012 antes de partir para o PSG. Os franceses desembolsaram 40 milhões de euros (cerca de R$ 172 milhões) para contratar o atleta. Apesar das conquistas do Campeonato Francês, o PSG sonha com a Champions League. Para isso, o clube passou a fazer contratações ainda maiores, como Cavani, Neymar e Mbappé, que formam o atual trio ofensivo da equipe.

Isso fez com que Lucas Moura perdesse espaço e buscasse outro clube para atuar. Escolheu o Tottenham em janeiro de 2018, mas teve um início sofrido. Fez apenas 11 jogos e marcou um gol na temporada 17/18, mas ganha cada vez mais destaque no futebol europeu.

DECISÕES PELA FRENTE

Com 70 pontos, o Tottenham encara o Everton na última rodada, marcada para o próximo domingo (12), às 11h (horário de Brasília). Um simples empate já garante o time de Londres na quarta posição do Campeonato Inglês, levando o time à próxima Champions.

Só que depois disso, os Spurs se preparam para o maior jogo da história do clube. A final da Liga dos Campeões, contra o Liverpool, está marcada para o dia 1 de junho (sábado), no estádio Wanda Metropolitano, em Madri, na Espanha. Caso conquiste o título, o time se classifica automaticamente para a próxima edição da competição.

SELEÇÃO BRASILEIRA

Apesar de estar em ótima fase, Lucas Moura não vem sendo muito lembrado por Tite. O técnico brasileiro até chamou o jogador de 26 anos em outubro de 2018, mas só depois do atacante Everton, do Grêmio, ter sido convocado. Antes disso, Lucas só tinha sido convocado por Dunga para a Copa América de 2016.

Com destaque atual, a tendência é que Lucas Moura passe a ter mais chances com a amarelinha.

Previous ArticleNext Article