Ídolo da dupla Atletiba, Zé Roberto morre no interior paulista

Redação


O clássico Atletiba que decide o campeonato paranaense neste domingo (8), no Couto Pereira, deve começar com um minuto de silêncio em homenagem ao atacante Zé Roberto, que morreu neste sábado, aos 70 anos, vítima de uma úlcera.

O jogador aparece na lista dos ídolos tanto do Coxa, quanto do Furacão. Zé Roberto começou a carreira no São Paulo, disputou os jogos olímpicos de 1964 e foi vice-campeão paulista no Corinthians, em 1974. O atacante era filho de Jerônimo, que se destacou no time do Parque São Jorge na década de 1940.

Ele faleceu na manhã deste sábado (7), às 6 horas, no Hospital de Amparo, em Serra Negra, no interior paulista.

 

Previous ArticleNext Article