Paixão não nega clima tenso e garante determinação do Coritiba no clássico

Atacante destacou que uma boa partida diante do maior rival possa fazer a confiança dentro do elenco alviverde

Gabriel Sawaf - 18 de junho de 2022, 09:00

(Foto: Felipe Dalke/Coritiba)
(Foto: Felipe Dalke/Coritiba)

O Coritiba chega para o clássico contra o Athletico, na tarde deste domingo (19), às 16h, no Couto Pereira, sob pressão após uma sequência de quatro jogos sem vitória no Brasileirão, sendo a última partida uma derrota de 4 a 2 para o RB Bragantino.

Por isso, antes do principal clássico, o atacante Igor Paixão, um dos destaques alviverdes na temporada, não negou que o clima dentro está tenso e prometeu um Coxa com atitude no Athletiba para retomar a confiança na competição, 

“Acredito que está um clima tenso, mas sabemos que a gente tem que trabalhar. A gente está determinado para o jogo de domingo e vamos em busca da vitória, porque ela nos traz a confiança de volta”, afimrou. 

Paixão também falou sobre a possibilidade de marcar contra o maior rival. O atacante, que já marcou 11 vezes na temporada, destacou o clima diferente que envolve a partida. 

“No clássico é sempre importante fazer gol, dá uma confiança a mais, não só para mim, mas no elenco inteiro. É diferente, é outra atmosfera, ainda mais no Couto Pereira, diante da nossa torcida”, ressaltou. 

O jogador inicou no banco a partida contra o RB Bragantino por conta de um rodízio de atletas e entrou no intervalo. Para Paixão, esse tipo de trabalho da comissão técnica fortalece a equipe, pois da espaço para todos os atletas.

“É opção da comissão técnica fazer essa rodagem. Da minutagem para outros garotos, outros jogadores experientes que não vem jogando. Isso é importante  para deixar o grupo mais forte, mais unido e que possa ajudar nós pelo restante do campeonato”, ressaltou. 

Paixão também não escondeu a expectativa de um póssível retorno do volante Willian Farias, capitão da equipe, e do atacante Léo Gamalho, que ficaram de fora das duas últimas partidas por conta de lesões. 

“Se for para colocá-los para nos ajudar, sei que com certeza eles vão ajudar. Farias e o Léo fazem muita falta, porque são os cabeças. Fico muito feliz se o professor os colocar, porque podemos ir com força máxima para esse clássico”, reforçou. 

Veja a tabela do Brasileirão

AGENDA DO CORITIBA

  • Athletico - domingo (19/06), às 16h, no Couto Pereira
  • Internacional - sexta-feira (24/06), às 21h30, no Beira Rio
  • Fortaleza - domingo (03/07), às 18h, no Couto Pereira.
  • Juventude - domingo (10/07), às 11h, no Couto Pereira.
  • Flamengo - sábado (16/07), às 19h, no Maracanã