Inglaterra e Croácia duelam por vaga na final. Acompanhe

Roger Pereira

De um lado, os inventores do futebol. A seleção mais antiga filiada à Fifa, com 146 ano de futebol. Do outro, o país mais novo entre os presentes na Rússia, que se tornou independente em 1991. No campo, no entanto, a Inglaterra coloca uma seleção jovem, que muitos diziam que ia para a Rússia para ganhar experiência para a Copa de 2022, mas foi chegando e, agora, sonha com encurtar esse período de espera por um título mundial. Já a Croácia conta com jogadores experientes, muitos mais velhos que o próprio pais, que jogam, na Rússia o seu último mundial.

Se passaram com tranquilidade pela primeira fase, garantindo classificação já na segunda rodada, Croácia e Inglaterra sofreram no caminho até as semi, precisando, inclusive, dos pênaltis. Os ingleses foram para a disputa de penalidades máximas nas oitavas, contra a Colômbia, depois do empate em 1 a 1, nas quartas, venceram a Suécia com autoridade (2 a 0). A Croácia jogou 240 minutos de mata-mata para chegar as semifinais, empatando e decidindo nos pênaltis tanto o jogo de oitavas, contra a Dinamarca, quanto o de quartas, diante da Rússia.

Quem vencer o duelo das 15h, nesta quarta-feira, encara a França, domingo, na final, o que seria um feito inédito para croatas e um retorno depois de 52 anos para ingleses, que só decidiram o mundial de 1966, quando foram campeões em casa. O perdedor disputa o terceiro lugar com a Bélgica, no sábado.

Acompanhe Inglaterra x Croácia em tempo real no Placar Paraná Portal /UOL


 

Post anteriorPróximo post
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal
Comentários de Facebook