Inter e Palmeiras não saem do zero. São Paulo comemora

Folhapress


No duelo entre duas das melhores defesas do Campeonato Brasileiro, as zagas fizeram a diferença. Resultado: Internacional e Palmeiras não saíram do 0 a 0, neste domingo (26), no Beira-Rio.

Com o empate, os gaúchos chegam aos 42 pontos e ficam mais longe da liderança, já que o São Paulo venceu o Ceará por 1 a 0, também neste domingo, e foi a 45.

O Flamengo teve a chance de assumir o segundo lugar, mas empatou por 2 a 2 contra o América-MG e se manteve na terceira posição, com 41 pontos

Já os paulistas vão a 37, ultrapassam o Grêmio e entram no G-4 justamente no dia que o clube completa 104 anos. Na 22ª rodada do Brasileiro, o Inter visita o Cruzeiro no próximo domingo (2), mesmo dia de Chapecoense x Palmeiras.

A partida deste domingo foi entre dois invictos no Brasileiro e donos de grandes defesas. O Inter chegou a dez jogos como mandante na competição, com três empates e sete vitórias, enquanto o Palmeiras não sabe o que é perder na competição há seis partidas, com quatro vitórias. São seis jogos dos colorados sem sofrerem gol, contra nove do clube paulista.

Como já era esperado, o técnico do Palmeiras preservou os titulares de olho na Libertadores e na Copa do Brasil. Na próxima quinta-feira, o clube recebe o Cerro Porteño pelo jogo de volta das oitavas de final da Libertadores depois de vencer a ida por 2 a 0.

Os jogadores do Inter não fizeram praticamente nada no ataque na primeira etapa. O Inter apostou nas bolas aéreas, mas não conseguiu ameaçar o gol de Weverton ao longo dos primeiros 45 minutos. Nico López foi quem mais ficou perto.

O uruguaio Nico López chegou ao 100º jogo dele pelo Inter e vive boa fase. Neste domingo, a melhor chance dos gaúchos na primeira etapa foi com ele. O camisa 7 fez bela jogada pela esquerda, driblou dois jogadores de costas e bateu cruzado mesmo sem ângulo. Weverton se enrolou, mas fez a defesa em dois tempos.

Os donos da casa melhoraram após o intervalo, mas voltaram a tentar pelo alto e não conseguiram chegar ao gol. A melhor chance foi de Patrick, que cabeceou por cima.

O Palmeiras pareceu satisfeito com o empate e se lançou menos ao ataque ao longo do segundo tempo. Quem assustou foi Hyoran. Ele fez jogada individual, cortou a marcação, mas chutou fraco para defesa tranquila de Marcelo Lomba. O meia voltou a aparecer pouco depois, mas mandou para fora. Porém, logo depois acabou substituído por Willian.

O goleiro fez grande defesa aos 32 minutos da etapa final e salvou o Palmeiras. Após cobrança de escanteio, Cuesta desviou na entrada da pequena área, e o camisa 21 mostrou reflexo para espalmar. Weverton voltou a sentir dores na virilha (ele precisou de atendimento médico no primeiro tempo), mas seguiu em campo.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="548270" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]