Italo Ferreira leva o primeiro ouro do Brasil nas Olimpíadas; Medina fica fora do pódio

Pedro Melo

Italo Ferreira Gabriel Medina medalha Olimpíadas Tóquio Surfe Brasil

Italo Ferreira conquistou a primeira medalha de ouro do Brasil nas Olimpíadas de Tóquio. O brasileiro venceu o japonês Kanoa Igarashi na final por 15.14 a 6.60 e se tornou o primeiro campeão olímpico do surfe. Mais cedo, Gabriel Medina perdeu a disputa do bronze para o australiano Owen Wright e ficou fora do pódio.

“Eu vim com uma frase para o Japão. Diz amém que o ouro vem. Eu acreditei até o final, treinei muito nos últimos meses e Deus realizou o meu sonho. Deus me deu oportunidade de fazer o que amo, ajudar a minha família. Eu consegui o que eu quis”, afirmou Ítalo Ferreira, em lágrimas, durante entrevista à Globo.

Na decisão, a prancha do potiguar quebrou logo na primeira tentativa de surfar a onda. Com a prancha substituta, Italo Ferreira conectou uma ótima sequência de manobras e recebeu a nota de 7.00. Pouco tempo depois, o brasileiro conseguiu outra boa nota e aumentou a vantagem com outra nota de 5.50.

Enquanto Igarashi encontrou dificuldades para encontrar a onda ideal, Italo aumentou a vantagem. Ele trocou a nota de 5.50 por 7.77. Nos minutos finais, o potiguar confirmou a vitória ao substituir o 7.o0 por 7.37 e coroou a grande campanha com o domínio do início ao fim na final.

O CAMINHO DE ITALO FERREIRA ATÉ A MEDALHA DE OURO

A campanha do ouro de Italo Ferreira começou no último domingo (25) com a vitória na quarta bateria da primeira fase sobre o japonês Hiroto Ohhara, o italiano Leonardo Fiovaranti e o argentino Leandro Usuna. Nas oitavas de final, na segunda (26), Italo passou pelo neozelandês Billy Stairmand.

As últimas três fases aconteceram nesta terça-feira (27). O brasileiro ganhou logo de manhã do japonês Hiroto Ohhara nas quartas de final e de Owen Wright na semifinal antes de dominar a decisão contra o japonês.

Essa é a quinta medalha do Brasil nas Olimpíadas de Tóquio. Além de Italo Ferreira, Rayssa Leal e Kelvin Hoefler ganharam a prata no skate street, Daniel Cargnin levou o bronze na categoria até 66 kg do judô e Fernando Scheffer ficou com o bronze nos 200 metros livre da natação.

GABRIEL MEDINA VIVE DIA POLÊMICO E FICA FORA DO PÓDIO NO SURFE DAS OLIMPÍADAS

Pouco mais cedo, Gabriel Medina perdeu a disputa da medalha de bronze para Owen Wright e não subiu ao pódio das Olimpíadas de Tóquio junto com Italo Ferreira. O dia do bicampeão mundial teve muita polêmica nas duas baterias disputadas. Na semifinal contra Kanoa Igarashi, o brasileiro pegou duas boas ondas e não passou de 8.43, enquanto o japonês acertou uma onda parecida já no final e recebeu 9.33.

E contra Wright, que perdeu para Ítalo Ferreira, Medina ficou atrás quase o tempo todo, mas pegou uma boa onda com aéreo e novamente sofreu com uma avaliação polêmica dos árbitros. Ele recebeu apenas uma nota 6.00, o que não foi suficiente para ultrapassar o adversário.

Italo Ferreira e Gabriel Medina agora voltam as suas atenções para a sequência do Circuito Mundial de Surfe. A oitava etapa acontece entre os dias 10 e 20 de agosto, no México.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="778452" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]