Jogadores da seleção brasileira rebatem vaias da torcida

Vinicius Cordeiro

seleção

Alguns dos principais atletas da seleção brasileira voltaram a rebater as vaias da torcida brasileira após o empate sem gols entre Brasil e Venezuela nesta terça-feira (18).

O capitão Daniel Alves acreditava que as coisas seriam diferentes em Salvador depois da equipe ter sofrido vaias na estreia contra a Bolívia.

Entretanto, o jogador acabou ficando desapontado com o protesto boa parte dos 39.622 pagantes que foram à Arena Fonte Nova.

“Sempre surpreende ser vaiado em casa. Jogar no Brasil é muito difícil porque as pessoas são muito resultadistas”, disse Daniel Alves.

“Quando não se ganha, fica uma situação difícil. Ao meu ver, não [são justas]. A Venezuela pouco criou. Em um todo, a equipe se comportou bem. Mas quando não faz gol, parece que está tudo errado”, avaliou o zagueiro Thiago Silva.

Já o lateral esquerdo Filipe Luís cobrou reconhecimento. “Vaiar não ajuda. Ninguém saiu sem suar a camisa, todo mundo deu o que podia. Isso eles têm que reconhecer”.

A seleção brasileira se prepara para superar as vaias e enfrentar o Peru, com quem divide a liderança do Grupo A da Copa América 2019. O duelo está marcado para o próximo sábado (22), às 16h, no Itaquerão, em São Paulo.

vaias
Torcida de Salvador apoiou, mas acabou insatisfeita com o tropeço. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="632461" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]