Jogando bem, Brasil vence a Alemanha em Berlim

Roger Pereira


Enfrentando as atuais campeãs mundiais, em sua casa, e o trauma dos 7 a 1 da semifinal da Copa de 2014, a seleção brasileira mostrou que está no rumo certo na preparação para a Copa do Mundo e derrotou a Alemanha por 1 a 0 no Estádio Olímpico de Berlim, no primeiro encontro das duas seleções desde aquela partida histórica, no Mineirão.

A formação mais cautelosa de Tite, deu resultado. Com o meio campo reforçado com Fernandinho que começou o jogo no lugar de Douglas Costa, o Brasil aumentou seu poder de marcação, deu mais posse de bola para a Alemanha, mas não correu grandes riscos e, quando encaixou o contra-ataque, levou perigo ao gol dos donos da casa.

O primeiro bom lance brasileiros veio aos 10 minutos, quando Philipe Coutinho roubou a bola na intermediária, e avançou pela ponta-esquerda, mas errou o passe para trás. A defesa alemã cortou, a bola voltou para o Brasil, foi alçada na área, mas Paulinho não conseguiu cabecear.

A Alemanha chegou com perigo aos 16’, quando Draxler recebeu de Sané e chegou à linha de fundo. Ele cruzou para trás, mas Gündogan finalizou para fora. O Brasil respondeu no lance seguinte, quando Willian achou Paulinho dentro na área, mas o chute saiu travado.

O jogo esfriou um pouco, até que, aos 35 minutos a Alemanha voltou a chegar. Plattenhardt chegou pela esquerda e cruzou para Kimmich, que cabeceou para fora. Mais uma vez, o Brasil respondeu no minuto seguinte. Gabriel Jesus recebeu de Willian entrou de frente para o gol, mas finalizou por cima, na melhor chance até aquele momento.

Aos 37 minutos, no entanto, Jesus não perdoou. Mais uma vez em jogada de Willian pela direita, o meia cruzou na cabeça do atacante do City, que cabeceou forte. O goleiro ainda desviou, mas a bola entrou, mesmo com Trapp tendo tirá-la em cima da linha.

Com o placar a seu favor, o Brasil teve ainda mais espaços no começo do segundo tempo, quando a Alemanha adiantou sua equipe. Aos 9 minutos quase ampliou o marcador, quando Marcelo roubou a bola no ataque, acionou Paulinho que tocou para a direita, Coutinho fez corta luz e Willian chegou finalizando, a bola bateu na defesa, Paulinho pegou o rebote e fuzilou, para grande defesa de Trapp. Aos 12, o Brasil chegou de novo, com Coutinho finalizando de fora da área. Aos 22’, Jesus perdeu uma grande chance de cabeça, com o gol vazio.

Depois dos 25 minutos, a Alemanha colocou mais um atacante em campo e passou a pressionar, mas o Braisl suportou bem, sem correr grandes riscos. A melhor chance de empate veio aos 46’, quando Kross achou Draxler na entrada da área. O meia finalizou de primeira e Alisson espalmou para escanteio.

Uma grande vitória para o Brasil em sua jornada européia na preparação para a Copa do Mundo, mostrando, mais uma vez, que não depende apenas do talento individual de Neymar.

Previous ArticleNext Article
Repórter do Paraná Portal
[post_explorer post_id="513119" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]