Rodolfo Landim desiste de presidir o conselho da Petrobras

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, anunciou que vai abrir mão da indicação à presidência do conselho da Petrobras.

Folhapress - 03 de abril de 2022, 11:35

Alexandre Vidal/Flamengo
Alexandre Vidal/Flamengo

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, anunciou que vai abrir mão da indicação à presidência do conselho da Petrobras em nota oficial publicada neste domingo (3) no site do clube carioca.

"Apesar do tamanho e da importância da Petrobras para o nosso país, e da enorme honra para mim em exercer este cargo, gostaria de informar que resolvi abrir mão desta indicação", escreveu o presidente.

Na nota, Landim afirma que já encaminhou sua posição ao ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e agradece o convite. Segundo ele, as razões que o fizeram abrir mão da indicação seria a dificuldade de exercer ambas as funções "com a excelência por mim desejada e à altura que a Petrobras e o Flamengo merecem."

Ele também acrescenta que "em relação ao Flamengo, os últimos acontecimentos me demonstraram a necessidade de termos todos nós o compromisso de um grau ainda maior de dedicação e foco ao Clube."

O nome de Landim havia sido apontado pelo governo para presidir o conselho administrativo da Petrobras no começo de março. A indicação seria avaliada pelos acionistas em assembleia-geral no dia 13 de abril.

Rodolfo Landim trabalhou por 26 anos na Petrobras, com passagens pelas áreas de exploração e produção e gás natural. Quando deixou a empresa, em 2006, presidia a BR Distribuidora, então uma subsidiária integral da estatal.

Caso fosse aprovado, ele iria substituir o almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira, que deixou o cargo por motivos pessoais.

LEIA MAIS: Fluminense segura Flamengo e é campeão carioca após dez ano