Athletico desperdiça pênalti, perde para o Libertad e liga alerta na Libertadores

O Athletico perdeu para o Libertad por 1 a 0, na noite desta terça-feira (26), e conheceu a primeira derrota na fase de grupos da Libertadores

Pedro Melo - 26 de abril de 2022, 21:07

(Staff Images/Conmebol)
(Staff Images/Conmebol)

O Athletico perdeu para o Libertad por 1 a 0, na noite desta terça-feira (26), e conheceu a primeira derrota na fase de grupos da Libertadores. Em uma noite pouco criativa, o Rubro-Negro levou um gol de letra de Riveros e ainda desperdiçou um pênalti com Pablo.

Com a derrota no Paraguai, o Furacão estacionou nos quatro pontos, perdeu a chance de assumir a liderança do Grupo B e ainda pode cair para a terceira colocação. The Strongest e Caracas se enfrentam na quarta-feira (27), às 23h, e o vencedor ultrapassa a equipe athleticana.

O próximo jogo do Athletico pela Libertadores é contra o The Strongest, na terça-feira (03), às 19h15, na altitude de La Paz. Antes, os comandados de Fábio Carille jogam pelo Campeonato Brasileiro diante do América-MG, no sábado (30), às 16h30, na Arena Independência.

ATHLETICO TEM NOITE RUIM NA PRIMEIRA DERROTA NA LIBERTADORES

A etapa inicial teve mais posse de bola do Athletico, mas o Libertad foi quem levou perigo primeiro. Aos 14 minutos, Bogarín cobrou falta na área, Careiro deu um leve desvio e Óscar Cardozo chutou de primeira para grande defesa de Bento. A resposta rubro-negra aconteceu em chute cruzado de Vitinho, aos 20, que passou perto da trave.

No restante da primeira etapa, o Rubro-Negro seguiu com a bola, porém, pouco criativo. Nos acréscimos, Merlini invadiu a área, chutou sem ângulo e mandou na rede pelo lado de fora.

Depois de um início de segundo tempo morno, o Libertad aproveitou a força aérea para marcar o primeiro gol. Aos 11 minutos, Bogarini cruzou na área pelo lado direito, a bola passou pela área e sobrou par Riveros. O meio-campista ajeitou e tocou de calcanhar para o fundo da rede.

O Athletico mudou novamente todo o sistema ofensivo e terminou com Canobbio novamente improvisado na lateral-direita. O Furacão seguiu com dificuldades no ataque, mas teve uma grande chance de chegar ao empate. Canobbio foi derrubado na área e o árbitro marcou a penalidade máxima. Na cobrança, Pablo chutou rasteiro no canto esquerdo e Martín Silva defendeu sem dar rebote.

Nos minutos finais, o Rubro-Negro foi todo para o ataque e deixou espaços para o Libertad explorar o contra-ataque. Os paraguaios quase ampliaram aos 43, mas Bento defendeu sem dar rebote o chute de Enciso.

FICHA TÉCNICA - LIBERTAD 1X0 ATHLETICO

Data, horário e local: terça-feira (26), às 19h15, no Defensores del Chaco, em Assunção (PAR).

Libertad: Martin Silva; Mayada, Barboza, Viera e Samudio; Bareiro (Villalba), Ramón Martínez (Caballero), Riveros e Bogarín (Bocanegra); Merlini (Melgarejo) e Óscar Cardozo (Enciso). Técnico: Daniel Garnero.

Athletico: Bento; Orejuela (Vitor Bueno), Matheus Felipe, Pedro Henrique e Abner; Christian (Erick), Bryan García e David Terans (Marlos); Canobbio, Marcelo Cirino (Pablo) e Vitinho (Pedro Rocha). Técnico: Fábio Carille.

Gol: Riveros (LIB), aos 11' do segundo tempo.

Cartões amarelos: Christian, Bryan García e Pablo (CAP); Bareiro e Vitinho (LIB).

Arbitragem: Gustavo Tejera (URU), auxiliado por Andrés Nievas (URU) e Pablo Llanera (URU).