Libertadores: Santos é pressionado, cede empate ao San Lorenzo, mas avança à fase de grupos

Rafael Nascimento


O Santos garantiu classificação à fase de grupos da Copa Libertadores ao empatar com o San Lorenzo em 2 a 2 na noite desta terça-feira (13), no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, no jogo de volta da terceira fase da competição. 

A classificação do Peixe havia sido encaminhada no jogo de ida da Pré-Libertadores, semana passada, na Argentina, vencido por 3 a 1.

Com o resultado agregado de 5 a 3, o clube avança ao Grupo C da Libertadores, ao lado de Boca Juniors, Barcelona-EQU e The Strongest.

Pela classificação, o time santista também recebe a premiação de US$ 3 milhões – R$ 17,16 milhões, na cotação de hoje – o clube já havia recebido US$ 1,05 milhão (R$ 6,77 milhões) pela participação na Pré-Libertadores.

O primeiro compromisso do Santos na fase de grupos da Copa Libertadores acontece no dia 20,  às 19h15 na Vila Belmiro, contra o Barcelona-EQU.

Antes disso, o Peixe encara a Inter de Limeira no próximo domingo (18) às 20h, também em Santos, pela 6ª rodada do Campeonato Paulista.

SANTOS AMPLIA VANTAGEM EM BELO GOL DE MARCOS LEONARDO

A derrota por 3 a 1 na partida de ida da terceira fase, semana passada no Nuevo Gasômetro, e a necessidade de três gols para avançar à fase de grupos, obrigou o San Lorenzo a adiantar sua marcação e tomar uma postura ofensiva logo no início do jogo no Mané Garrincha. 

O Santos, por sua vez, não demorou a encaixar sua saída de jogo e rapidamente equilibrou as ações. Aos 10 minutos, Marinho teve boa chance em cobrança de falta, mas acertou a barreira.

O time argentino respondeu aos 15 minutos. Óscar Romero recebeu após contra-ataque e soltou a bomba da entrada da área, mas a bola subiu e passou sobre o gol de João Paulo.

Solto na partida, o Santos abriu o placar aos 21 minutos. Após boa jogada coletiva, Marcos Leonardo recebeu na linha de fundo e encheu o pé, a bola pegou um lindo efeito e surpreendeu o goleiro Devecchi: 1 a 0.

Mesmo com 4 a 1 no placar agregado e o controle do jogo, o Peixe não abdicou de sua característica ofensiva e levou perigo com Soteldo, após contra-ataque em velocidade, e Marinho, em arremate de fora da área.

O San Lorenzo ainda tentou pressionar nos acréscimos, com Juan Ramírez, mas João Paulo fez a intervenção em dois tempos. 

PEIXE É PRESSIONADO, MAS CARIMBA PASSAPORTE À FASE DE GRUPOS NO AGREGADO

Óscar Romero, logo no primeiro minuto da etapa final, e Nicolás Fernandez, tiveram a chance de iniciar uma até então improvável relação do San Lorenzo no confronto, mas sem êxito. 

A vantagem do Santos ficou ainda maior aos cinco do segundo tempo. Em contra-ataque,  Marinho arrancou em velocidade e só foi parado após falta dura de Rojas – o carrinho por trás rendeu o cartão vermelho ao lateral argentino.

O Peixe ampliou o placar aos 11 minutos, com Pará. O camisa 4 foi servido por Soteldo e, com grande liberdade, chapou a bola para o gol: 2 a 0.

Só que quando o placar já parecia estar consolidado a favor do time brasileiro, os argentinos cresceram no jogo. Di Santo, dois minutos depois, ganhou da defesa santista e, de cabeça, descontou para o San Lorenzo: 2 a 1.

Mesmo com um homem a menos, o time argentino seguiu pressionando e, de tanto insistir, chegou ao empate. Aos 32 minutos, Ángel Romero arriscou o chute rasteiro de fora da área e venceu o goleiro João Paulo: 2 a 2. Mas o goleiro santista freou a reação do San Lorenzo e o Peixe, com 5 a 3 no placar agregado, avançou à fase de grupos da Libertadores.

Veja também: Conmebol receberá 50 mil doses da Coronavac e quer imunizar jogadores

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="757406" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]