Mãe de Sicupira morre aos 111 anos, dois dias após ter sido vacinada contra a covid-19

Redação

sicupira athletico

A mãe de Barcímio Sicupira, maior jogador da história do Athletico Parananese, morreu na madrugada desta quinta-feira (11), em Curitiba. Segundo a rádio Banda B, veículo no qual Sicupira trabalha como comentarista, os médicos atestaram que a morte de Ana Ribeiro Sicupira, conhecida como dona Dedé, foi causada por causas naturais, por conta da idade.

É com muito pesar e uma dor profunda no coração que comunico o falecimento da minha mãe na manhã de hoje. Não tenho palavras para descrever o que ela significa para a nossa família. É um grande exemplo de benevolência e pureza. Sua ausência vai deixar muita saudade. Que ela possa descansar em paz. vamos sempre lembrar da doçura, da delicadeza, do bom humor, do grande coração. Teve um vida linda e longa”, desabafou Sicupira sobre a perda da mãe.

Procurada pelo Paraná Portal, a SMS (Secretaria Municipal de Saúde), Ana tinha sido vacinada contra covid-19 há dois dias. Vale lembrar que a prefeitura de Curitiba passou a vacinar os idosos nesta semana.

O velório acontece ainda nesta quinta-feira (11), no cemitério Jardim da Saudade, em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. A cerimônia será fechada aos familiares e amigos próximos.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="744905" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]