City vence o Atlético de Madrid e abre vantagem na Champions

Em jogo difícil pela organização defensiva do Atlético de Madrid, o Manchester City conseguiu vencer o jogo de ida da Champions League.

Vinicius Cordeiro - 05 de abril de 2022, 17:53

(Divulgação/Champions)
(Divulgação/Champions)

O Manchester City conseguiu superar a defesa do Atlético de Madrid e venceu os espanhóis por 1 a 0 no jogo de ida das quartas de final da Champions League. O confronto desta terça-feira (5) foi realizado no Etihad Stadium, na Inglaterra. 

O gol foi marcado no segundo tempo pelo principal jogador dos ingleses. Kevin De Bruyne recebeu passe de Phil Foden para bater cruzado, rasteiro, e garantir o triunfo da equipe comandada por Pep Guardiola.

O duelo que define quem vai à semifinal acontece na próxima quarta-feira (13), às 16h (horário de Brasília), no estádio Wanda Metropolitano, em Madrid.

CITY FURA DEFESA DE SIMEONE 

O jogo foi como se previa: o Manchester City tinha amplo domínio e o Atlético de Madrid tentou se defender em todos os momentos.

A tática deu certo para os espanhóis no primeiro tempo, que acabou sem grandes defesas do goleiro Oblak.

No entanto, as mudanças dos técnicos foram decisivas. Guardiola promoveu a entrada de Phil Foden, Grealish e Gabriel Jesus, o que aumentou o ritmo dos Citizens. 

A jogada do gol saiu aos 24 minutos da etapa final. No primeiro lance, Foden deu ótimo passe no meio da defesa do Atleti e deixou De Bruyne na entrada da pequena área. O belga bateu rasteiro, cruzado, e definiu o placar.

Com vantagem mínima, o Atlético de Madrid segue sonhando com a classificacao para a semifinal da Champions e deve arriscar mais no ataque, o que dará mais espaços para os contra-ataques do City. 

MANCHESTER CITY 1 x 0 ATLÉTICO DE MADRID

Data, horário e local: terça-feira (05), às 16h, no Etihad Stadium, em Manchester (ING).

Gol: Kevin De Bruyne, aos 24 min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Gabriel Jesus e Ederson (City); Vrsaljko, De Paul e Correa (Atlético).

Manchester City: Ederson; Cancelo, Laporte, Stones e Aké; Bernardo Silva, Rodri, Gundougan (Grealish) e De Bruyne; Bernardo Silva, Mahrez (Foden) e Sterling (Gabriel Jesus). Técnico: Pep Guaridola.

Atlético de Madrid: Oblak; Savic, Felipe e Reinildo; Vrsaljko, Llorente (Matheus Cunha), Kondogbia, Koke (De Paul) e Renan Lodi; Griezmann (Ángel Correa) e João Félix (Lemar). Técnico: Diego Simeone.