Mano Menezes não é mais o técnico do Cruzeiro

Vinicius Cordeiro

mano menezes técnico cruzeiro

Mano Menezes não é mais o técnico do Cruzeiro. O treinador anunciou seu desligamento da Raposa após a derrota, por 1 a 0, para o Internacional pelo jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil. No final do jogo, a torcida cruzeirense chamou o comandante de “burro” e viu Mano responder com um sinal de ‘joinha’.

“Gostaria de confirmar que a gente interrompe o trabalho. Não me incomodou, achei justo o xingamento. Longe de mim achar que o torcedor tem que ser passivo. Eu só entendo que a medida que você estende isso, a tendência é aumentar. E não tem sentido nenhum”, foram as primeiras palavras de Mano na coletiva.

Com apenas uma vitória nos últimos 18 jogos, o treinador de 57 acredita que é o momento certo para uma mudança no comando da equipe celeste. São oito jogos sem triunfar e nem sequer marcar um gol.

“Acho a saída justa. Você não pode continuar conduzindo o trabalho com uma vitória em 18 jogos. Quando o resultado não vem em uma série tão grande, precisa se trocar. Eu sou o responsável por isso. A decisão partiu de uma consciência de que as coisas podem piorar”, completou.

NÚMEROS 

Mano Menezes tinha o trabalho mais longevo do futebol brasileiro até agora. Ele estava à frente do Cruzeiro há três anos e um mês, com dois títulos do Campeonato Mineiro e duas taças da Copa do Brasil.

No total, Mano se despede com 216 partidas disputadas. Foram 103 vitórias, 62 empates e 51 derrotas. Por fim, foram 296 gols marcados e 186 sofridos.

SUBSTITUTO DE MANO MENZES

O Cruzeiro volta a campo neste domingo (11), às 16h, contra o Avaí. O duelo, válido pela 14.ª rodada do Brasileirão, será realizado na Ressacada, em Florianópolis.

Com 10 pontos conquistados em 13 jogos, a equipe mineira está na 18.ª colocação da Série A e vai lutando contra o rebaixamento.

O diretor de futebol Marcelo Dijan confirmou que a Raposa irá com um técnico interino para a partida. Além disso, também falou que ainda não há nenhum perfil estudado pela diretoria, já que a saída de Mano Menezes não era pensada pela diretoria.

Previous ArticleNext Article