Maratona de Curitiba tem data marcada e terá prêmio recorde

Em reunião com o prefeito Rafael Greca, foi acertada a volta da Maratona de Curitiba. Veja a data da tradicional corrida de rua!

Redação - 27 de abril de 2022, 17:00

Foto:Guilherme Dalla arba/SMELJ
Foto:Guilherme Dalla arba/SMELJ

A tradicional Maratona de Curitiba vai voltar a acontecer no dia 20 de novembro. Após dois anos interrupção por causa da pandemia de covid-19, a prova será disputada na capital paranaense.

As inscrições para a corrida vão começar em junho. Segundo os organizadores, a expectativa é que a Maratona de Curitiba reúna de 12 mil a 14 mil atletas do Brasil e de outros países.

A premiação será a maior do país para uma corrida de rua em 2022. O total de prêmios vai chegar a R$ 192 mil. O primeiro colocado vai receber R$ 40 mil. 

A Maratona de Curitiba terá provas de 42 km, 10 km e 5 km.

A cidade fomenta a maratona desde 1997. Neste ano, a corrida será organizada pela Associação Pro Correr de Incentivo ao Esporte, que foi a vencedora do chamamento público feito pela Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude (Smelj). 

MARATONA DE CURITIBA TEM PRIMEIRA REUNIÃO

O prefeito Rafael Greca tratou do tema, nesta terça-feira (26/4), com representantes das empresas Global Vita, Procorrer e Sportion e da Associação Brasileira dos Organizadores de Corrida de Rua e de Esportes Outdoor (Abraceo).

“Esta é a primeira reunião preparatória da Maratona de Curitiba 2022, marco dos 200 anos da formação do Brasil. Nós nos reunimos para definir os percursos dessa maratona”, afirmou o prefeito. 

Greca explicou que a Maratona de Curitiba também vai movimentar o turismo, com a ocupação dos hotéis pelos atletas que virão para a cidade. Uma feira esportiva será feita na semana que vai anteceder a prova.

O secretário municipal do Esporte, Lazer e Juventude, Carlos Eduardo Pijak Jr, o diretor de Esporte, Helton Stais, o vereador Marcelo Fachinello, o assessor de Articulação Política, Lucas Navarro de Souza, e os empresários Raul e Arthur Trauczynski, Tadeusz Natalio Tymowicz e Marcos Pinheiro também participaram da reunião.