Marcelo Cirino recebe placa e se despede do Athletico contra o Santos

Vinicius Cordeiro

athletico marcelo cirino santos

Marcelo Cirino foi homenageado pelo Athletico em sua última partida pelo clube neste ano. O atacante, que vestiu a camisa 10 nesta temporada, não renovou seu contrato, mas sai com status diferente. O último duelo do jogador de 27 anos o a camisa rubro-negra foi contra o Santos. O duelo, válido pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, está sendo realizado na Arena da Baixada. Por enquanto, o placar ainda está empatado por 0 a 0.

Com a camisa do Athletico, Marcelo Cirino disputou 227 jogos e marcou 53 gols. Ele termina 2019 como o artilheiro da equipe no Brasileirão. São nove gols, três à frente de Rony.

Marcelo ainda não oficializou seu destino, mas a tendência é que ele vá atuar na China. Antes, ele despertou o interesse do Corinthians e do Vasco.

Antes da bola rolar contra o Santos, ele recebeu uma placa do diretor de futebol, Paulo André. Além disso, durante o aquecimento, o telão da Arena mostrou lances e gols do camisa 10.

TRAJETÓRIA DE MARCELO CIRINO NO ATHLETICO

athletico pr marcelo cirino fifa messi copa do brasil
Marcelo Cirino durante a final da Copa do Brasil de 2019. (Rodrigo Ziebell/FramePhoto/Folhapress)

A primeira passagem de Cirino foi entre 2009 e 2014. Nesse período, foi finalista da Copa São Paulo de Futebol Júnior e vice-campeão da Copa do Brasil de 2013. Naquela época, Marcelo era visto como um bom jogador. Atuava pelos lados e era muito útil por sua velocidade.

Entretanto, nos últimos dois anos, participou das campanhas dos títulos da Copa Sul-Americana 2018 e da Copa do Brasil 2019. Mais experiente e sem tanta velocidade, passou a jogar como a referência do ataque em algumas ocasiões.

DRIBLE ÉPICO FICARÁ GUARDADO

Marcelo Cirino foi o protagonista da jogada mais lembrada pelo torcedor do Athletico. Aos 51 minutos do segundo tempo da final contra o Internacional, o atacante deu um drible inesquecível.

Sob a marcação de Edenílson e Rodrigo Lindoso, deu toque de calcanhar na bola e aplicou uma caneta no primeiro volante do Inter. Depois, invadiu a área pelo lado esquerdo e tocou para Rony decretar o maior título nacional do Furacão.

O lance, raro no futebol profissional, foi elogiado até pela FIFA (Federação Internacional de Futebol). Pelo Twitter, a entidade máxima de futebol descreveu o lance comparando o atacante à Lionel Messi, o maior jogador de futebol do planeta.

“Messi, se sua capa de herói está sumida, Marcelo Cirino roubou para lutar contra alguns inimigos. Uma das assistências mais impressionantes que você pode ver, decorada com um calcanhar de costas, selou a conquista do Athletico na Copa do Brasil”, postou a FIFA.

Previous ArticleNext Article