Maringá FC investe para garantir no Paranaense calendário completo em 2023

O Maringá FC foi uma das equipes do interior que mais investiram no elenco para o Campeonato Paranaense, com objetivo nã..

Jorge de Sousa - 18 de janeiro de 2022, 15:05

O Maringá FC foi uma das equipes do interior que mais investiram no elenco para o Campeonato Paranaense, com objetivo não apenas no estadual deste ano, mas também para garantir calendário completo em 2023. A equipe da Cidade Canção é o terceiro time do especial do Paraná Portal sobre os 12 clubes do estadual.

 

 

O Maringá FC ficou próximo de vencer o Campeonato Paranaense em 2014 e desde então tem oscilado campanhas ruins na elite com acessos na segunda divisão estadual.

Mas após uma campanha consistente na última temporada, com classificação para a segunda fase e eliminação frente ao vice-campeão FC Cascavel.

Por apenas dois pontos o Maringá FC não garantiu vaga na Copa do Brasil e no Campeonato Brasileiro da Série D em 2022 e o objetivo para essa temporada é não ficar novamente no 'quase'.

Para isso, a diretoria buscou investir na montagem de um novo elenco para a disputa do Campeonato Paranaense com destaque para a compra de Matheus Bianqui junto ao Londrina - primeira negociação de compra de direitos federativos da história do clube.

Também foram contratados nomes como o centroavante Alemão (ex-Paraná Clube, Santos, entre outros), os volantes João Denoni (ex-Palmeiras) e Anderson Ceará (ex-Santos), além do lateral-esquerdo Raphinha (ex-Internacional).

TIME-BASE DO MARINGÁ FC

Como o elenco foi remontado para a disputa do Paranaense, o técnico Jorge Castilho (remanescente da última temporada) deve iniciar a competição com um time ainda em desenvolvimento.

Nos jogos amistosos que o Maringá FC realizou no início da temporada a equipe conseguiu se manter invicta, ao empatar duas vezes com o Cianorte e vencer FC Cascavel e Marília.

Utilizando esses amistosos como base, o time que deve estrear no Paranaense, contra o Londrina, no próximo domingo (23), é formado por: Dheimison, Carlinhos, Ronald, Marcos Vinicius e Bruno Luiz; Parrudo, Matheus Bianqui e Anderson Ceará; Mirandinha, Robertinho e Alemão.

PALAVRA DO TÉCNICO JORGE CASTILHO

A avaliação é bem positiva. Estamos bem satisfeitos até o momento com a preparação da equipe, com a disposição dos atletas em corresponder ao que a gente pede nos treinamentos e nos jogos-treino. Óbvio que existem alguns erros, algumas coisas que precisam ser ajustadas e que estamos ajustando em nossos treinamentos.

Sabemos também que a concentração de um jogo amistoso é uma e de um jogo valendo é outra, mas a gente está conseguindo tirar bastante parâmetro daquilo que a gente pensa sobre a formação da equipe, tem dado até uma certa dor de cabeça para escalar o 11, porque tem bastante jogador no mesmo nível.

A expectativa para a competição são as melhores de já iniciar com o pé direito, mesmo jogando fora de casa, respeitando o adversário, mas buscando o resultado positivo.

Nós temos um elenco qualificado, estamos trabalhando para isso e sabemos que as outras equipes também estarão trabalhando com esse objetivo, mas o objetivo do Maringá para 2022 é brigar na parte de cima da tabela, buscar as vagas para a Copa do Brasil e Série D para aí sim ter um calendário para podermos trabalhar tranquilo, com estadual e essas vagas em 2023.