Alvo de comentário racista, Marinho desabafa nas redes sociais; “na senzala”

Redação


O atacante Marinho, do Santos, foi alvo de um comentário racista na noite da última quinta-feira (30), após a derrota para a Ponte Preta e a eliminação do Campeonato Paulista, e desabafou nas redes sociais.

Na cobertura do pós-jogo, Fabio Benedetti, chef de cozinha e integrante da equipe do Estádio 97, programa da rádio Energia 97, de São Paulo, chamou o jogador de “burro” e disse que ele “estava na senzala”, logo após a partida.


Após saber do comentário racista, o jogador desabafou nas redes sociais. Conhecido pela irreverência e o bom humor, Marinho mudou o tom e postou uma foto ao lado da filha em seu Instagram. Horas depois, o jogador publicou um vídeo onde aparece visivelmente emocionado e manifesta seu repúdio.

“Quando acontece com a gente, a gente sente mais. E eu brigo toda hora. Por isso brigo pela causa, porque quando passamos na pele é horrível. E não podemos deixar isso passar”, disse Marinho, em um dos trechos do vídeo.

 

Ver essa foto no Instagram

 

O momento não é dos melhores! Essa foto mostra e minha filha alicia negra como EU, cabelo black ou trança, nada esconde quem somos, ser humano igual a qualquer outro, e ontem um rapaz aí após minha expulsão, acabou falando pra eu voltar pra senzala! Mandar amigos me chamar não prova pra mim que você é diferente, eu te perdoo e perdoei por mensagem no insta , porém o tom de deboche ao falar que eu tinha que ir pra senzala não pegou bem, tenho orgulho daminha cor, orgulho de onde vim, você é pai e ensine teus filhos a ser diferente de você em pensamento! Quero que você se retrate e que isso não se repita nunca mais, nem comigo nem com ninguém! Eu luto pela causa! Contra preconceito e qualquer outro tipo de descriminação seja ela racial ou não! Quer me julgar por atitude em campo?ok! Errei e estou aqui pra assumir, esse é apenas um desabafo de alguém que passou a noite toda chorando por um erro! Mais não significa que até minha Cor venha ser colocada em assunto! Sou preto e orgulhoso de quem sou! Ensinando minha filha como se deve andar e mostrar que é orgulho e não vergonha ser PRETO

Uma publicação compartilhada por ✞ 𝕸𝖆𝖗𝖎𝖓𝖍𝖔 ☬ (@marinhoofficial) em

Confira o desabafo de Marinho:

Ao longo do dia, o jogador recebeu inúmeras mensagens de apoio. O assunto “Marinho” foi um dos mais comentados no Twitter, com mais de 36 mil tweets. Os termos “racista”e “senzala” também estiveram entre os mais discutidos do dia na plataforma.

O Santos também se manifestou pelas redes sociais. “Não basta não ser racista, é fundamental ser antirracista. Infelizmente o racismo estrutural ainda é algo sempre presente em nossas relações, assim precisamos e seguiremos repetindo a mesma mensagem de repúdio a qualquer tipo de preconceito quantas vezes for necessário”, postou o clube.

O comentarista se desculpou publicamente, mas foi afastado da função pela rádio.

EXPULSÃO E ELIMINAÇÃO SANTISTA

Marinho foi um dos personagens da derrota do Santos para a Ponte Preta, pelas quartas de final do Paulistão. O jogador abriu o placar da partida, mas acabou expulso da partida ainda no primeiro tempo, após levar o segundo cartão amarelo.

Com um jogador a menos, a equipe santista foi facilmente envolvida pela Macaca, que venceu e se garantiu entre os quatro melhores da competição.

RACISMO É CRIME

No início de junho, foi apresentado no Senado um projeto de lei que aumenta as penas referentes a injúria preconceituosa e discriminação racial no Brasil. O PL 3.054/2020 é de autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Previous ArticleNext Article