Maurílio Silva ainda coloca Paraná Clube na briga pelo G4 da Série C

Pedro Melo

Maurílio Silva Paraná Clube Série C G4

A derrota para o Grêmio Novorizontino por 2 a 0 colocou o Paraná Clube novamente na zona de rebaixamento da Série C do Campeonato Brasileiro. O Tricolor soma apenas sete pontos, um a menos que o São José, primeiro time fora do Z2, e sete de desvantagem para o Criciúma, que hoje fecha a zona de classificação.

Mesmo com a situação complicada, o técnico Maurílio Silva ainda confia que o time paranista pode escapar do rebaixamento e alcançar o G4. “Nós acreditamos na classificação. Para a gente sonhar com a classificação, temos que pontuar e nos distanciar da zona de rebaixamentos. Tivemos uma baita rodada contra o Mirassol, mas a rodada agora não foi benéfica. Os adversários abaixo venceram os jogos e entramos nessa situação. O campeonato é competitivo e temos que trabalhar em busca dessa recuperação para sair primeiro do rebaixamento e encostar de vez no G4”, comentou.

E para se recuperar na Série C, o Paraná Clube já foca na próxima rodada o lanterna Oeste, na sexta-feira (23), às 20h, na Arena Barueri. Maurílio promete fazer “o possível e impossível’ para recuperar os pontos perdidos na Vila Capanema.

“É fazer o possível e impossível para buscar os pontos que perdemos em casa fora de casa contra um adversário difícil. Não é porque está em último que vamos imaginar que será fácil”, afirmou o treinador paranista.

PARANÁ CLUBE AINDA BUSCA UM CAMISA 10

O Paraná Clube entrou em campo contra o Novorizontino sem um meia armador de ofício. O único no elenco é Gabriel Pires, que está no departamento médico. No decorrer da partida, o Tricolor ficou com cinco atacantes em campo, mas sofreu com a falta de criatividade.

Por isso, Maurílio confirmou a procura por um camisa 10 e ressaltou que o clube está mais forte no mercado após a parceria com a FDA Sports. “Perdemos o Juninho, o Gabriel Pires tem essa situação [de lesão] e também perdemos outros jogadores que fazem a função. Procuramos alguns jogadores que fazem a função, alguns estão sendo contratados. A gente lamenta a demora para a chegada do atleta e quando chega, ainda tem o protocolo de exames para que seja liberado para nós”, disse.

“Lamentamos a perda dos atletas nos momentos importantes. Mas quando perdeu, o clube não vinha com tanta força para fazer contratação. Depois da chegada do grupo que está hoje no clube, nós começamos as contratações e estamos em busca de jogadores com qualidade. Procuramos um camisa 10 que venha para agradar ao torcedor, mas está difícil no mercado. Estamos trabalhando em busca junto com a empresa e o clube”, acrescentou o técnico.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="776661" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]