Messi marca golaço, mas Argentina só empata com o Chile na Copa América; assista

Pedro Melo

Messi Argentina Chile Copa América

A Argentina começou a Copa América com empate em 1 a 1 diante do Chile, na noite desta segunda-feira (14), no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. Messi marcou um golaço de falta no primeiro tempo e Vargas, do Atlético-MG, empatou já na etapa final.

O outro jogo do Grupo B da Copa América entre Paraguai e Bolívia acontece ainda nesta segunda, às 21h, no estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia. O Uruguai folgou na abertura.

Na segunda rodada, a Argentina disputa o clássico com o Uruguai, na sexta-feira (19), às 21h, e o Chile joga mais cedo, às 18h, com a Bolívia.

ARGENTINA MARCA GOLAÇO COM MESSI, MAS EMPATA COM O CHILE NA COPA AMÉRICA

Messi Argentina gol Chile Copa América
(Divulgação/Argentina)

O Chile começou com mais posse de bola, mas a Argentina não demorou para tomar conta da partida. Aos 11 minutos, Lautaro Martínez, da pequena área, chutou por cima do gol. E em três minutos, González perdeu três chances seguidas.

Messi, que estava apagado no jogo, precisou de apenas uma oportunidade para marcar o primeiro gol do jogo. Aos 32 minutos, o camisa 10 cobrou falta com muita categoria, Bravo se esticou todo, mas não evitou o golaço do craque argentino.


O segundo tempo começou mais pegado, com faltas dos dois lados, mas o Chile cresceu e chegou ao empate aos 12 minutos. Tagliafico acertou Roldán dentro da área e o árbitro marcou a penalidade após consultar o vídeo. Martínez defendeu a cobrança de Vidal, mas Vargas marcou no rebote.

Após sofrer o gol, a Argentina dominou a partida novamente. Messi colocou Nico González duas vezes na cara do gol, mas o companheiro optou pelo passe em vez do chute na primeira tentativa e cabeceou por cima na segunda. Já nos acréscimos, Messi pegou a sobra da rebatida da defesa e mandou para fora.

FICHA TÉCNICA – ARGENTINA 1X1 CHILE

1ª rodada da Copa América

Data, hora e local: segunda-feira (14/06), às 18h, no Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)

Argentina: Martínez; Montiel (Molina), Martínez Quarta, Otamendi e Tagliafico; De Paul, Paredes (Palacios) e Lo Celso (Di Maria); Nico González (Correa), Lautaro Martínez (Agüero) e Lionel Messi. Técnico: Lionel Scaloni.

Chile: Bravo; Isla, Medel (Roco), Maripán, Mena; Aranguiz, Pulgar e Vidal (Alarcón); Meneses (Galdames), Vargas (Piñares) e Palacios (Bereton). Técnico: Martín Lasarte.

Gols: Lionel Messi (ARG), aos 32′ do primeiro tempo, e Vargas (CHI), aos 12′ do segundo tempo.

Cartões amarelos: Isla, Pulgar e Vidal (CHI); Martínez Quarta e Lautaro Martínez (ARG).

Arbitragem: Wilmar Roldan (COL), auxiliado por Alexander Guzman (COL) e Jhon Leon (COL).

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="770068" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]