Milan anuncia que Paolo Maldini e seu filho Daniel estão com coronavírus

Vinicius Cordeiro

maldini milan coronavírus

Paolo Maldini, diretor técnico e um dos maiores ídolos da história do Milan, e seu filho Daniel, atacante da equipe, estão com coronavírus. A informação foi divulgada pelo clube italiano neste sábado (21).

Segundo a nota oficial, os dois entraram em contato com uma pessoa que teve o Covid-19 confirmado e começaram a apresentar sintomas da doença.

“Os dois estão bem e já completaram duas semanas em casa sem contato com outras pessoas. Eles vão permanecer em quarentena até estarem clinicamente recuperados, conforme os protocolos médicos delineados pelas autoridades de saúde”, completa o Milan.

HISTÓRIA DOS MALDINI

Paolo Maldini é diretor técnico do Milan desde junho de 2019, quando substituiu o brasileiro Leonardo.

Ele é filho de Cesare Maldini, que também atuou no clube, e é considerado um dos melhores defensores da história do futebol. Ele defendeu o Milan em toda a sua carreira, entre 1984 e 2009, e conquistou diversos títulos, incluindo a Liga dos Campeões e o Mundial de Clubes.

Pela Itália, participou de quatro Copas do Mundo: 1990, 1994, quando foi vice-campeão para o Brasil, 1998, quando o treinador da seleção era seu pai Cesar, e 2002. Curiosamente, a Azzurra foi campeã no Mundial seguinte, em 2006, sem a participação de Maldini.

Seu filho Daniel, de 18 anos, é atacante – ao contrário do pai e avô – e faz parte do elenco principal do Milan desde a última temporada, atuando ao lado do meia brasileiro Lucas Paquetá.

CORONAVÍRUS PREOCUPA NA ITÁLIA

A Itália registra 4.825 mortes por causa do coronavírus, apontou a Defesa Civil do país neste sábado (21). Segundo os dados, 793 pessoas morreram nas últimas 24 horas, novo recorde da doença.

Ao todo, são são 53.578 casos, um aumento de 13,9% desde ontem.

A região da Lombardia, no norte do país e que abrange cidades como Milão, Bérgamo e Pavia, é a que tem situação mais preocupante: são 3.095 mortes e 25.515 casos confirmados. Ou seja, a Lombardia concentra 47% dos casos e 64% das mortes de toda a Itália.

Previous ArticleNext Article